O SACRIFÍCIO DAS AVES

Já percebeu como tudo na Bíblia lembra a Cristo? O Senhor disse: “Examinais as Escrituras, porque julgais ter nelas a vida eterna, e são elas mesmas que testificam de mim” (João 5:39). É porque Abba em sua onisciência sabia que só através de sacrifício vivo se poderia aniquilar o pecado. E temos em Levítico um exemplo desse sacrifício:

“Esta será a lei do leproso no dia da sua purificação: será levado ao sacerdote; este sairá fora do arraial e o examinará. Se a praga da lepra do leproso está curada, então, o sacerdote ordenará que se tomem, para aquele que se houver de purificar, duas aves vivas e limpas, e pau de cedro, e estofo carmesim, e hissopo. Mandará também o sacerdote que se imole uma ave num vaso de barro, sobre águas correntes. Tomará a ave viva, e o pau de cedro, e o estofo carmesim, e o hissopo e os molhará no sangue da ave que foi imolada sobre as águas correntes. E, sobre aquele que há de purificar-se da lepra, aspergirá sete vezes; então, o declarará limpo e soltará a ave viva para o campo aberto. Aquele que tem de se purificar lavará as vestes, rapará todo o seu pêlo, banhar-se-á com água e será limpo; depois, entrará no arraial, porém ficará fora da sua tenda por sete dias.” Levítico 14:02-08.

Aqui encontramos duas aves vivas que são trazidas perante o sacerdote que toma uma e sacrifica, derramando o sangue numa vasilha contendo água viva, isto é, água corrente. As asas da outra ave são molhadas com o sangue e aspergidas sete vezes sobre a pessoa, e depois a ave é solta para o campo aberto. Este verbo soltar tem o mesmo sentido de perdoar. A ave solta, com o sangue da outra nas asas, está livre. Este quadro é mais um tipo de sacrifício de Cristo e de nossa morte juntamente com ele. A morte de uma das aves é o símbolo de nossa morte juntamente com Cristo, e a libertação da outra, lavada com sangue, é a representação de nossa vida nova, liberta da escravidão da morte e do pecado. Isso nos deixa bem claro que Jesus é o tema central da Bíblia, a Sua pessoa e obra ocupam toda a Escritura. Jesus está “acima de todo principado, e potestade, e poder, e domínio, e de todo nome que se possa referir, não só no presente século, mas também no vindouro.” Efésios 1:21.

– Parte extraido do livro Do Tronco ao Trono –> Glênio Fonseca Paranaguá

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s