A CRUZ NO CENTRO

“…, para que se não anule a cruz de Cristo. Certamente, a palavra da cruz é…” (I Coríntios 1:17 fine e 18a).

cruz-frameA cruz de Cristo é prática, concreta, atual e eficaz. Muitos, mesmo ouvindo a mensagem da cruz, não têm sua vida transformada por que não pratica a cruz a cada momento. Em II Coríntios 4:10 vemos: “levando sempre no corpo o morrer de Jesus”. O advérbio de tempo “sempre” é muito importante. Está no tempo presente e denota um ato contínuo. Desta forma, a cruz deve agir em nosso viver sempre, continuamente e ininterruptamente. No verso seguinte (v.11) vemos o apóstolo afirmando: “Porque nós, que vivemos, somos sempre entregues à morte por causa de Jesus, para que também a vida de Jesus se manifeste em nossa carne mortal”. É preciso morrer para nós mesmos sempre e para isso precisamos viver vida de cruz a cada momento. Em casa, no relacionamento familiar, a cruz é fundamental. No trabalho, na escola, diante da TV e do PC, jogando futebol, comendo churrasco, almoçando em um self-service, diante de uma bela vitrine de roupas ou calçados, no trânsito, no relacionamento sexual com a esposa, no obedecer aos pais nas tarefas cotidianas de casa, no vestir, no uso do dinheiro e em muitas outras circunstâncias. É de fundamental importância que estejamos cônscios da vida de cruz em cada momento do nosso dia-a-dia. Somente na vida do crucificado as pessoas ao nosso redor verão Jesus Cristo. Se não houver a morte do ego e da carne a cada momento, não tem como a vida de Jesus se manifestar através de nós. Jesus Cristo é o centro da nossa vida, a razão do nosso viver. “Porquanto para mim o viver é Cristo” (Filipenses 1:21). Por causa de Jesus devemos morrer para nós a cada momento e quando assim fazemos certamente a vida de Jesus vai se manifestar em nossa carne mortal, diz a Palavra. A cruz é central em nossa vida diária. Desde o amanhecer até à hora de dormir, precisamos viver vida de cruz. Certamente na vida diária de cruz a graça de Jesus estará sendo abundante e abundante também será as ações de graça. Desta forma Deus será grandemente glorificado através do nosso viver (II Coríntios 4:15). Quando não temos a consciência de que necessitamos viver vida de cruz a cada momento, estaremos anulando a cruz de Cristo e então nossa vida não terá mudança nenhuma. Certamente a palavra da cruz é o poder de Deus para salvação. Muitos não experimentam o poder de Deus por que não vivem a cruz no seu viver diário. Esse poder se manifesta por que Jesus se manifesta na vida do crucificado. É Cristo agindo, curando, amando e perdoando através da nossa vida (II Cor. 2:14-15). A cruz de Cristo é fundamental para nós. Ela é central em todo o tempo, em todos os lugares e em todos os relacionamentos do nosso dia-a-dia. A cruz de Cristo é central na obra de Deus. Deus fará a obra Dele onde a cruz está presente, do contrário, a obra será carnal. Se a obra for carnal haverá confusão, divisão, ciúmes e outras coisas mais que não glorificam a Deus. Vemos então que a cruz de Cristo é central em nossa vida e na vida da igreja. Em I Coríntios 1 vemos a igreja de Corinto em “contendas” (v.11) e o remédio que foi aplicado logo em seguida foi tão somente a cruz de Cristo. A cruz nivela, derruba a parede de separação e faz dos “briguentos” um novo homem. A cruz é central na vida da igreja.

Devemos lembrar que a cruz é o instrumento de Deus para matar o ego, a teomania, o egocentrismo e a carnalidade dos crentes. A cruz é um meio de Deus trabalhar na sua igreja, nos seus filhos para que estes sejam semelhantes a Jesus Cristo e desfrutem da vida abundante em Cristo. A cruz não é um fim em si mesmo. Ela deve nos levar ao novo nascimento, a uma vida de santidade e justiça, a uma vida Cristocêntrica. Pela cruz tornamo-nos um novo homem, uma nova criatura em Cristo Jesus. Desta maneira começamos a desfrutar de Cristo que é a nossa justiça, redenção, santificação, paz, alegria, amor e muito mais. A cruz nos conduz à verdadeira vida cristã. No corpo de Cristo que é a sua igreja, cada um de nós, pela cruz, somos santificados, ajustados, consolidados e edificados. A cruz opera de modo que não haja muitos homens crentes, mas apenas um Homem celestial que é a igreja do Senhor. A cruz é um meio para que nos tornemos a igreja viva, santa, sem mácula e gloriosa. Que Deus continue aplicando a cruz em nosso viver diário a fim de que estejamos adornados como a noiva do Senhor Jesus. Maranata, vem Senhor Jesus!

Pr. Mario Tsuyoshi Yamakami

Comunidade Bíblica Regenerada

                                Maringá, 17 de Julho de 2011.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s