Esconderijo do Altíssimo

Aquele que habita no esconderijo do Altíssimo, à sombra do Onipotente descansará. (Sl 91:1)

 O objetivo da tentação é sempre levar-nos a fazer algo. Durante os primeiros meses da guerra entre Japão e China, perdemos inúmeros tanques, e, por isso, ficamos impossibilitados de enfrentar o exército japonês até que a próxima estratégia fosse planejada e colocada em execução. Um único tiro era disparado em um tanque japonês por um franco-atirador chinês à espreita. Após um considerável intervalo de tempo, ao primeiro seguia-se um segundo tiro; depois, após outros instantes de silêncio vinha outro tiro, até que o soldado que dirigia o tanque, ansioso por localizar o lugar de onde provinham os tiros, levantava a cabeça para olhar ao redor. O próximo tiro, cuidadosamente calculado, era certeiro. Enquanto permaneceu escondido, ele estava completamente a salvo. Toda estratégia fora desenvolvida com o objetivo de fazê-lo ficar desprotegido.
Da mesma forma, as tentações de Satanás destinam-se a fazer com que nos exponhamos. Ele sabe muito bem que no momento em que abandonamos nosso Esconderijo, no momento em que nos afastamos do abrigo de Cristo e agimos dependendo de nós mesmos, ele alcançou uma vitória.

 

 “Uma mesa no deserto”, Watchman Nee.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s