A HORA JÁ CHEGOU – Quarta Parte

relogio--quadrados_7078_1024x768Temos visto até aqui que o novo nascido tem novos sentidos espirituais. Ele não se move segundo os sentidos da carne e nem da alma; agora é pelo Espírito. O novo nascido é guiado pelo Espírito e anda no Espírito; não mais na carne como outrora. Gálatas 5:16,18,25 – “Digo, porém: andai no Espírito e jamais satisfareis à concupiscência da carne. Mas, se sois guiados pelo Espírito, não estais sob a lei. Se vivemos no Espírito, andemos também no Espírito”.

O viver do novo nascido deve ser um constante encher do Espírito Santo: “E não vos embriagueis com vinho, no qual há dissolução, mas enchei-vos do Espírito (Efésios 5:18).

Essa nova vida é maravilhosa, dinâmica e sempre há novidades, pois as coisas de Deus são profundas. “Nem olhos viram, nem ouvidos ouviram, nem jamais penetrou em coração humano o que Deus tem preparado para aqueles que o amam. Mas Deus no-lo revelou pelo Espírito; porque o Espírito a todas as coisas perscruta, até mesmo as profundezas de Deus” (I Coríntios 2:9,10). Somente o cristão, em quem o Espírito de Deus habita, pode discernir e conferir as coisas do Espírito: “Disto também falamos, não em palavras ensinadas pela sabedoria humana, mas ensinadas pelo Espírito, conferindo coisas espirituais com espirituais (I Coríntios 2:13). Começamos a entender as Escrituras, o falar do Espírito Santo e tudo o que é espiritual vai sendo descortinado porque agora temos a mente de Cristo: “Pois quem conheceu a mente do Senhor, que o possa instruir? Nós, porém, temos a mente de Cristo (I Coríntios 2:16).

Nesta nova vida desfrutamos da comunhão com Jesus Cristo, pois Ele vive em nós e nós Nele. Que deleite, que graça, que privilégio, que alegria poder comungar com o Filho de Deus. Agradecemos imensamente o chamado do Pai: “Fiel é Deus, pelo qual fostes chamados à comunhão de seu Filho Jesus Cristo, nosso Senhor” (I Coríntios 1:9). Agora o novo nascido faz tudo em Cristo, tudo em seu nome, segundo o seu querer: “E tudo o que fizerdes, seja em palavra, seja em ação, fazei-o em nome do Senhor Jesus, dando por ele graças a Deus Pai” (Colossenses 3:17).

É simplesmente maravilhoso ter Cristo habitando em nosso coração: “e, assim, habite Cristo no vosso coração, pela fé, estando vós arraigados e alicerçados em amor,” (Efésios 3:17).

Porque nascemos do Espírito (João 3:5), agora o nosso espírito está vivo. Cristo habita em nosso espírito. Nosso corpo, em breve voltará ao pó, porém nosso espírito voltará à Deus. Nosso espírito viverá eternamente para adorar a Deus. Enquanto vivemos neste mundo, Deus nos dá novos sentidos espirituais. Vimos um pouco sobre a nossa visão e audição; e agora, veremos brevemente sobre o nosso olfato espiritual.

II Coríntios 2:14-17 – “Graças  a Deus, que, em Cristo, sempre nos conduz em triunfo e, por meio de nós, manifesta em todo lugar a fragrância do seu conhecimento. Porque nós somos para com Deus o bom perfume de Cristo, tanto nos que são salvos como nos que se perdem. Para com estes, cheiro de morte para morte; para com aqueles, aroma de vida para vida. Quem, porém, é suficiente para estas coisas? Porque nós não estamos, como tantos outros, mercadejando a palavra de Deus; antes, em Cristo é que falamos na presença de Deus, com sinceridade e da parte do próprio Deus”.

O novo nascido sente o cheiro do ambiente aonde vai. Ao visitar uma casa, algumas vezes sinto que lá tem cheiro fedido de homem carnal. A pessoa que vive lá, apesar de freqüentar a igreja, vive na carne. Sabemos quais são as obras da carne (Gálatas 5:19-21). Essa pessoa vive para satisfazer os desejos da carne e quando esses desejos não são satisfeitos, vira um bicho. Daí vem a gritaria, a quebradeira, a ira, palavrões, violência e até homicídio. Estas coisas acontecem porque a Escritura já alerta que a inclinação para a carne dá em morte (Romanos 8:6). Em uma casa onde a vontade da carne prevalece, reina o cheiro da morte. Não se pode sentir o aroma de vida neste lugar. Nesta casa não existe adoração a Deus no espírito. As pessoas que aí vivem não têm comunhão com o Espírito Santo. Uma atmosfera de tristeza e melancolia reina nesta casa. Você sente que há algo errado ali. Falta vida porque falta Cristo neste lar. É um ambiente de morte e não de vida. Não é o Senhor Jesus, mas o homem que reina nesta casa. Às vezes encontramos um conhecido e sem palavras percebemos que esta pessoa tem algo contra nós. Desconfiança, frieza e indiferença no coração, ainda que no rosto e nas palavras ela esteja sendo simpática. Essa pessoa está guardando algum preconceito contra você e seu coração está fechado. Algumas vezes sentimos o cheiro da pessoa que está tentando nos enganar ou que está ocultando algo de nós. Tudo isso é percebido pelo olfato espiritual. Este sentido espiritual nos permite saber o que é de Deus e o que não é de Deus. Quando chegamos a um lugar onde existe carniça, ainda que não estejamos vendo o corpo em decomposição, de imediato nosso olfato sente. Imediatamente tapamos nosso nariz e tentamos sair rapidinho deste lugar nocivo. Essa reação é uma reação de proteção. Se a pessoa não tiver a faculdade de sentir o cheiro, talvez fique ali e isso pode levá-la a contrair alguma doença grave.

Ter olfato espiritual nos permite distinguir o que é de
Deus e o que não é de Deus; o que é saudável e o que é maléfico. Algumas vezes fui chamado para interceder na UTI. Este é um lugar que tem cheiro de morte, é incrível. Mas, diante do paciente em coma, algumas vezes senti que a morte já havia alcançado aquela vida e, de fato, neste mesmo dia, vinha à óbito. Outras vezes, o Espírito do Senhor testificava com o meu espírito que a vida ainda estava lá. De fato, não havia cheiro de morte. Dentro de alguns dias o paciente recebia alta do hospital. É incrível como o olfato espiritual funciona! Alguns crentes visitam a igreja e é possível sentir o cheiro de morte neles. Vejo o quanto precisam nascer de novo, por isso falo sempre: continuem ouvindo a mensagem da cruz para que você possa nascer de novo e ser feito uma nova criatura. É isso que importa! João 3:7 – “Não te admires de eu te dizer: importa-vos nascer de novo”. Gálatas 6:15 – “Pois nem a circuncisão é coisa alguma, nem a incircuncisão, mas o ser nova criatura”.

O novo nascido tem olfato espiritual.

Pr. Mario Tsuyoshi Yamakami

Comunidade Bíblica Regenerada  

Maringá, Setembro de 2012.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s