DESARRAIGADOS DESTE MUNDO PERVERSO

Gálatas 1:4 – “nosso Senhor Jesus Cristo, o qual se entregou a si mesmo pelos nossos pecados, para nos desarraigar deste mundo perverso, segundo a vontade de nosso Deus e Pai”.

Que obra maravilhosa a obra da cruz! Na cruz o Senhor Jesus cortou pela raiz o pecado que nos mantinha cativos neste mundo perverso. O inimigo usa os prazeres deste mundo para seduzir as pessoas pela sua própria cobiça (Tiago 1:14-15) a fim de praticarem pecados. O pecado nos separa de Deus e nos faz criar raízes neste mundo. Em Hebreus vemos que o pecado gruda como cola e não permite que corramos com perseverança nossa carreira para o céu (Hebreus 12:1-2). O pecado faz com que tiremos os olhos do Autor e Consumador de nossa fé, o Senhor Jesus. Pelo pecado, o homem vive olhando para as coisas deste mundo e se esquece de Deus. O pecado e o mundo eliminam a vida de piedade. Consome tanto uma pessoa a ponto dela não se lembrar do Senhor Jesus. A pessoa mundana e pecaminosa vive em concupiscência, isto é, ficam escravos e viciados a ponto de viverem em função desta vida pecaminosa. As drogas viciam, escravizam e matam; o pecado, sem dúvida alguma é a pior das drogas para o ser humano. O pecado é a causa de toda a desgraça da raça humana. Ele é capaz de levar um homem à total degradação e escravidão e, certamente, à morte física e espiritual. O pecado mantém a pessoa presa a este mundo perverso a fim de ser consumida até à morte. A pessoa que não conheceu a libertação do pecado é uma pessoa desventurada, infeliz e derrotada (Romanos 7:24).  Todo ser humano nasce escravo do pecado (Romanos 3:23 e 6:23), e necessita desesperadamente ser liberto; do contrário, permanecerá no pecado até a sua morte. Em João 16:8-9 vemos que o pecado é a incredulidade em relação ao Senhor Jesus. O grande pecado do homem é não crer no Senhor Jesus. Até mesmo os religiosos podem incorrer neste pecado, mesmo estando em uma igreja fazendo muitas obras para Deus. Que graça maravilhosa recebemos quando o Espírito Santo nos levou a crer na pessoa de nosso Senhor Jesus Cristo. Vemos em João 8:24 que os judeus não estavam crendo no Senhor Jesus e por esta razão o Senhor disse: “porque, se não crerdes que EU SOU, morrereis nos vossos pecados”. Não crer no Senhor Jesus é caminhar para a morte eterna. Somente o Senhor é capaz de nos libertar do pecado e conseqüentemente nos desarraigar deste mundo perverso. João 8:36 – “Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres”. Crer no Senhor Jesus é conhecer a verdade. Ao conhecer a verdade, seremos livres da escravidão do pecado. João 8:32 – “e conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará”.

Em João 8:28 o Senhor diz que em Sua crucificação saberemos que Ele é o grande EU SOU. “Disse-lhes, pois, Jesus: Quando levantardes (crucificação) o Filho do Homem, então, sabereis que EU SOU e que nada faço por mim mesmo; mas falo como o Pai me ensinou”. O Senhor falou da cruz outra vez de maneira mais nítida em João 12:32 – “E eu, quando for levantado da terra (crucificação), atrairei todos a mim mesmo”. Quando o Senhor dizia a respeito de ser levantado da terra, Ele se referia à sua crucificação. Na Sua crucificação fomos atraídos e incluídos em Sua morte. Sim, de fato, morremos com Cristo, pois quando Ele morreu, todos morreram com Ele. II Coríntios 5:14 – “Pois o amor de Cristo nos constrange, julgando nós isto: um morreu por todos; logo, todos morreram”. A nossa co-crucificação com Cristo nos permite conhecê-Lo como o “EU SOU”; Ele é a Verdade que nos liberta. JESUS CRISTO é o “EU SOU” – a VERDADE que nos liberta. Somente os crucificados podem conhecer a verdade que liberta. Pregar a mensagem da cruz é crucial, essencial e fundamental para que o homem, escravo do pecado, possa conhecer o Senhor Jesus e ser salvo. Sem a cruz de Cristo, homem nenhum conhecerá libertação do pecado e jamais será desarraigado deste mundo perverso. Em Gálatas 1:4 vemos que Jesus Cristo se entregou a si mesmo pelos nossos pecados. Foi na cruz que Ele se entregou totalmente pelos nossos pecados tornando-se pecado em nosso lugar com o fim de nos livrar do pecado e do mundo perverso. Na cruz o Senhor se fez pecado por nós para que nele sejamos livres da condenação. II Coríntios 5:21 – “Aquele que não conheceu pecado, ele o fez pecado por nós; para que, nele, fôssemos feitos justiça de Deus”. Quanto amor! Ficamos, de fato, constrangidos quando conhecemos o Cristo crucificado. Na cruz, Cristo se entregou por nós para nos desarraigar deste mundo perverso, segundo a vontade de nosso Deus e Pai. O Senhor Jesus sempre fazia o que agradava o Pai, sempre fazia a vontade do Pai. Na cruz o Senhor cumpriu tudo isso. A vontade do Pai foi a de que fôssemos desarraigados deste mundo perverso e pela cruz, o Senhor Jesus, assim o fez. A cruz é a única maneira de sermos libertos deste mundo perverso. Gálatas 6:14 – “Mas longe esteja de mim gloriar-me, senão na cruz de nosso Senhor Jesus Cristo, pela qual o mundo está crucificado para mim, e eu, para o mundo”. Precisamos ter a experiência da morte do velho homem pela cruz de Cristo. Assim estaremos experimentado o desarraigamento deste mundo perverso. Uma pessoa crucificada com Cristo começa a peregrinar em direção à Pátria celestial. Ela ressuscitou com Cristo para uma nova vida, e um novo destino. Primeiramente ela morreu para os rudimentos deste mundo. Colossenses 2:20 – “Se morrestes com Cristo para os rudimentos do mundo,…”. Depois ressuscitou com Cristo. Colossenses 3:1-2 – “Portanto, se fostes ressuscitados juntamente com Cristo, buscai as coisas lá do alto, onde Cristo vive, assentado à direita de Deus. Pensai nas coisas lá do alto, não nas que são aqui da terra;”.

Todo verdadeiro cristão é nascido de novo para uma nova vida e um novo destino. Ele foi, pela cruz, desarraigado deste mundo, morreu para os rudimentos do mundo, foi crucificado para o mundo e o mundo para ele. Pela co-ressurreição passou a buscar e pensar nas coisas do alto. Esta é a vontade de Deus. Deus nos quer com Ele e para Ele eternamente. Sem cruz não há como sair deste mundo e jamais haverá uma nova vida, a vida do Filho em nós. Sem a vida de Cristo não buscaremos as coisas do alto e nem estaremos com o Pai. Jesus Cristo, pela cruz, veio nos tirar deste mundo e nos conduzir ao Pai. Na ressurreição com Cristo, Ele passa a viver em nós e é desta maneira que Ele nos conduz ao Pai. O cristão aspira e aguarda sua ida para o céu. Veja Filipenses 3:20; I Tessalonicenses 1:10 e Hebreus 11:16. Faça um exame em sua vida e verifique se ainda está arraigado a este mundo perverso. O regenerado está livre, agora o que lhe importa é caminhar para o céu. Não é mais guiado segundo este mundo (Efésios 2:2), não está mais com o coração neste mundo. Agora tudo que lhe importa é JESUS CRISTO.

Duas perguntas:

  1. Você já foi desarraigado deste mundo perverso?
  2. Você está buscando as coisas do alto?

Lembre-se que a única maneira de ser desarraigado deste mundo perverso é sendo crucificado com Cristo. Quem foi crucificado com Cristo, foi também ressuscitado com Ele. Somente o ressuscitado com Cristo pode buscar as coisas do alto.

O cristão é aquele que crê que foi incluído na morte e ressurreição de Cristo e que agora está indo para o céu. Cristo vive nele e ele vive em Cristo e ambos caminham para o Pai.

Como foi bom conhecer a mensagem da cruz, pois pela “semente incorruptível, a Palavra viva de Deus, fomos regenerados (I Pedro 1:23). Ela nos revelou que morremos com Cristo e a nossa vida está oculta juntamente com Cristo em Deus. Quando Cristo, a nossa vida se manifestar, então, nós também seremos manifestados com ele, em glória, aleluia! (Colossenses 3:3-4).

Agora podemos nos exultar por que fomos, de fato, regenerados para uma viva esperança mediante a ressurreição de Jesus Cristo dentre os mortos (I Pedro 1:3).

Oração: Pai, obrigado pela Vida, Obra e Palavra do Senhor Jesus. Ele é nosso único Salvador. Desejamos agora que Ele reine em nós e seja o nosso único Senhor e Soberano. Somos gratos pela obra da cruz por intermédio da qual fomos desarraigados deste mundo perverso. Estamos alegres por que agora temos a vida de Cristo em nós e juntos, estamos caminhando para Ti. Pai, em breve estaremos contigo. Pai querido, nós te amamos.

Pr. Mario Tsuyoshi Yamakami

Comunidade Bíblica Regenerada   –   Cristo vive em nós

Maringá, Setembro de 2012.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s