O NASCIDO DE NOVO

João 3:3 e 7 – “A isto, respondeu Jesus: Em verdade, em verdade te digo que, se alguém não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus. Não te admires de eu te dizer: importa-vos nascer de novo”.

Gálatas 6:15 – “Pois nem a circuncisão é coisa alguma, nem a incircuncisão, mas o ser nova criatura”.

O velho mestre de Israel, Nicodemos, tinha dúvidas em relação ao novo nascimento. A conversa com o Senhor Jesus foi bombástica. Ele, apesar de ser um mestre em Israel, nunca havia recebido a revelação da nova vida. Nicodemos vivera a religião e não o evangelho do Senhor Jesus Cristo. Para este sincero israelita, a conversa parecia um tanto quanto absurda. Afinal, como vamos nascer de novo? Será que estou ficando louco ou estou ouvindo um louco? É tão bom ver a sinceridade deste homem. Ele pergunta ao Senhor: “Como pode um homem nascer, sendo velho? Pode, porventura, voltar ao ventre materno e nascer segunda vez?” (v.4). Ele havia experimentado apenas a religião, pois até então não conhecia o Senhor Jesus. Pensava como um simples mortal. Havia lógica em seu pensamento e palavras, infelizmente ainda não havia a revelação que vem do alto. A palavra: “nascer de novo”, tem também o significado de: “nascer do alto”. Nicodemos não entendia que para nascer de novo era preciso uma intervenção divina, um verdadeiro milagre. Milagre é algo que só Deus pode realizar. Em João 1:13 Deus já revelara que não se trata de nascimento físico e nem é pela vontade do homem. É tão somente algo que só Deus pode fazer. “os quais não nasceram do sangue nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas de Deus”. Diante de tamanha ignorância, o Senhor Jesus explica que existe o nascimento natural, ou seja, da “água”, mas também há o nascimento espiritual, isto é, “do Espírito”. João 3:5-6 – “Respondeu Jesus: Em verdade, em verdade te digo: quem não nascer da água e do Espírito não pode entrar no reino de Deus. O que é nascido da carne é carne; e o que é nascido do Espírito é espírito”.

De fato, o novo nascimento é um milagre que Deus faz no pecador. Revela que o pecador foi incluído na morte de Jesus na cruz do Calvário e também foi ressuscitado juntamente com Ele. A pessoa que nasceu de novo crê na revelação da Palavra de Deus que o Espírito Santo lhe revelou e então, ele passa a crer que de fato foi crucificado com Cristo. Agora ele tem certeza que Cristo vive nele. Ao ser crucificado, ele morre para o pecado e para si mesmo. Morre completamente para todos os seus direitos, para suas virtudes, para sua religião. Começa então a viver pela vida do próprio Senhor. O Senhor começa a se manifestar nele e através dele. O novo nascido começa a experimentar uma vida que nunca antes havia desfrutado. Torna-se humilde porque a humildade do Senhor Jesus se manifesta nele. Um arrependimento consciente e uma santificação inconsciente começam a se manifestar nele agora. Seu desejo passa a ser a de agradar ao Senhor em tudo. Seus interesses são os interesses do Senhor Jesus. Sua alegria vem do próprio Senhor que nele habita. Pouco a pouco percebe que Jesus Cristo não é simplesmente aquele Senhor bondoso da Bíblia. Foi como se o Senhor saísse da Bíblia para ficar com o novo nascido. Comunhão constante, louvor incessante, alegria contagiante fazem parte de seu viver diário. Agora ele vê o Senhor Jesus, conhece o Senhor Jesus. O Senhor se torna o centro de sua vida, a razão do seu viver. O Senhor Jesus passa a reinar em seu coração e recebe a “primazia” na vida do novo nascido. Confessa com alegria e gratidão que Jesus Cristo é o “Senhor” de sua vida. A religião ficou para trás, agora é Cristo; a igreja institucional ficou para trás, agora é o Corpo vivo de Cristo. A leitura bíblica torna-se um prazer: “Antes, o seu prazer está na lei do Senhor, e na sua lei, medita de dia e de noite” (Salmo 1:2). Amar e obedecer a Palavra do Senhor começa a ser uma prática natural e constante (Salmo 119:97).

João 14:21 e 23 – “Aquele que tem os meus mandamentos e os guarda, esse é o que me ama; e aquele que me ama será amado por meu Pai, e eu também o amarei e me manifestarei a ele. Respondeu Jesus: Se alguém me ama, guardará a minha palavra; e meu Pai o amará, e viremos para ele e faremos nele morada”. Isso é novo nascimento!

Jesus Cristo é o Senhor da vida do regenerado. Viver debaixo do senhorio de Cristo é sua alegria. Em tudo se submete à vontade de seu Senhor. Ele está sempre orando: “Senhor, que não seja feita a minha vontade, mas a tua somente”. “Não eu Senhor, mas o Senhor em mim”. Há uma submissão prazerosa e amorosa ao Senhor Jesus.

Uma das piores coisas para ele é cometer um pecado. Por menor que seja o pecado, o afeta tremendamente. O pecado, qualquer que seja, o incomoda muito. Um homem santo chegou a dizer que é preferível pular no inferno a praticar um pecado. Quando acontece de pecar, imediatamente se arrepende profunda e sinceramente e confessa a Deus. Procura de imediato a reconciliação e faz a restituição quando necessário. Ele não tem mais o coração duro e orgulhoso. O arrependimento e a confissão vêm logo após o ato de pecar. De fato ele parou de viver na prática do pecado. Porque vive no Espírito, não satisfaz mais os desejos egocêntricos da carne. Gálatas 5:16 – “Digo, porém: andai no Espírito e jamais satisfareis à concupiscência da carne”. Como um nascido de novo, um cristão verdadeiro, ele sabe que não deve mais viver na prática do pecado. I João 3:9 – “Todo aquele que é nascido de Deus não vive na prática do pecado; pois o que permanece nele é a divina semente; ora, esse não pode viver pecando, porque é nascido de Deus”.

Esse verso acima citado não quer dizer que agora o cristão nunca mais vai pecar. Esse verso diz que se o cristão viver em Cristo e tiver a vida de Cristo se manifestando nele, ele não precisa pecar. A cruz o libertou do pecado e o Senhor Jesus o guarda do pecado. Por estas razões ele não vive mais na prática do pecado. O novo nascido é um filho de Deus que dia a dia está se tornando mais parecido com o irmão primogênito, o Senhor Jesus Cristo (Romanos 8:29). Aleluia!

Pr. Mario Tsuyoshi Yamakami

Comunidade Bíblica Regenerada   –   Cristo vive em nós

Maringá, Outubro de 2012.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s