SANTIDADE

origem-da-vidaLeia Efésios 1:3-14

Efésios 1:4-5a – “assim como nos escolheu, nele, antes da fundação do mundo, para sermos santos e irrepreensíveis perante ele; e em amor nos predestinou para ele,…”

A cruz de Cristo não foi apenas para que Ele morresse em nosso lugar e ponto final. Deus, pela crucificação de Seu Filho, tinha como propósito nos trazer para Ele para sempre. Seu amor incondicional levou o Filho a morrer por nós para que, pelo Filho, reconciliasse os homens consigo mesmo.

II Coríntios 5:18-19 – “Ora, tudo provém de Deus, que nos reconciliou consigo mesmo por meio de Cristo e nos deu o ministério da reconciliação, a saber, que Deus estava em Cristo reconciliando consigo o mundo, não imputando aos homens as suas transgressões, e nos confiou a palavra da reconciliação”. A cruz de Cristo trouxe a reconciliação com Deus. Antes éramos inimigos de Deus, separados de Cristo e de Deus e sem esperança neste mundo (Efésios 2:12). Mas o precioso sangue de Jesus nos justificou e nos aproximou de Deus (Efésios 2:13). Podemos, com alegria, dizer que não somos mais estrangeiros e peregrinos, mas concidadãos dos santos, e somos da família de Deus (Efésios 2:19). Pela cruz, Deus nos aproximou e nos fez parte de Sua família. A obra da cruz nos justifica, regenera, reconcilia, aproxima e até mesmo, em Cristo, nos faz filhos de Deus. O propósito da cruz é levar-nos de volta para Deus e sermos Dele e somente Dele para sempre. A Palavra diz que fomos resgatados pelo precioso sangue de Jesus (I Pedro 1:18-19), houve um preço, houve uma compra (Apocalipse 5:9). Aquele que foi comprado pertence ao que o comprou. Precisamos entender que não somos mais de nós mesmo, mas pertencemos à Deus. Somos Dele, somos propriedade Dele e devemos viver para Ele. Isso é santidade!

I Pedro 2:9 – “Vós, porém, sois raça eleita, sacerdócio real, nação santa, povo de propriedade exclusiva de Deus, a fim de proclamardes as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz”. I Coríntios 1:30 – “Mas vós sois dele, em Cristo Jesus,…”.

Santidade é ser de Deus, pertencer a Deus e viver para Deus. O apóstolo estava ensinando sobre santidade à igreja que estava em Roma. Romanos 14:6-9 “Quem distingue entre dia e dia para o Senhor faz; e quem come para o Senhor come, porque dá graças a Deus; e quem não come para o Senhor não come e dá graças a Deus. Porque nenhum de nós vive para si mesmo, nem morre para si. Porque, se vivemos, para o Senhor vivemos; se morremos, para o Senhor morremos. Quer, pois, vivamos ou morramos, somos do Senhor. Foi precisamente para esse fim que Cristo morreu e ressurgiu: para ser Senhor tanto de mortos como de vivos”.

Isto é santidade pura e simples. Viver no Senhor, pelo Senhor, com o Senhor e para o Senhor. Quando, pela cruz, Deus nos desarraigou deste mundo perverso (Gálatas 1:4 e 6:14), foi para que pudéssemos viver para Deus e não mais para o mundo. Devemos cuidar muito nestes dias, pois o mundo tem muitos atrativos e nos leva a ficar tão entretidos a ponto de não mais vivermos para Deus. Graças a Deus que, vivendo vida de cruz, o mundo não mais nos seduz e então podemos viver para o louvor e glória do Pai. Devemos cuidar e vigiar o tempo todo para que não haja nenhum afeto, nenhuma inclinação, nenhuma concupiscência em nosso coração. Tudo que começa a ganhar o nosso coração precisa ser extirpado imediatamente. Nosso coração deve ser tão somente do Senhor Jesus. Amá-Lo acima de tudo e de todos é fundamental para cada um de nós. A coroa da vida está reservada àqueles que O amam (Tiago 1:12 e 2:5).

O desejo do Pai quando nos salvou em Cristo Jesus foi e continua sendo o de ter cada um de nós para Ele. Enquanto Ele espera de nós que vivamos Nele e para Ele, muitos crentes esperam bênçãos, saúde e prosperidade. Desta forma não entendem o propósito de Deus e ficam frustrados com o falso evangelho antropocêntrico. Deus diz claramente: “Sede santos, porque eu sou santo”. (I Pedro 1:16). O propósito de Deus para o homem não foi o de fazê-lo próspero e feliz neste mundo e sim, o de fazê-lo santo em Sua presença. Ser santo é ser separado para Ele, é pertencer inteiramente à Ele e viver para a Sua glória e louvor. Para isto, basta permanecermos em Cristo, desfrutar de Sua vida. Vivendo vida de cruz e morrendo para nós mesmos é o caminho da verdadeira vida. Somente pela cruz podemos não mais nós viver, e, sim, Cristo viver em nós. Quando Cristo vive em nós, vivemos a santidade, pois Ele próprio é nossa santidade: “Mas vós sois dele, em Cristo Jesus, o qual se nos tornou, da parte de Deus, sabedoria, e justiça, e santificação, e redenção”. (I Coríntios 1:30). Santidade é ter a vida de Cristo em nós o tempo todo. Não é algo que fazemos à parte Dele como os escribas e fariseus tentaram e falharam. Precisamos estar conscientes que esta é a vontade de Deus para nós e que somente é possível viver a santidade através do Filho de Deus em nós. Pela santificação somos colocados em uma posição em que podemos nos relacionar corretamente com o Deus santo. A ordem de Deus é que sejamos santos e vivamos de modo santo em todo o nosso procedimento.

I Pedro 1:15 – “…, segundo é santo aquele que vos chamou, tornai-vos santos também vós mesmos em todo o vosso procedimento”. Não podemos ter sentimentos, palavras e ações que não sejam santos diante de Deus. Santidade significa andar sem mácula, falar sem mácula, pensar sem mácula. Santidade é a ciência de que estamos sob o olhar do Deus santo em todo o tempo e nos alegrarmos em viver de modo santo diante do Santo Deus.

Deus nos criou e nos comprou e sabe perfeitamente o que é melhor para nós. Sua Palavra é perfeita e quando Ele nos ordena a que vivamos de modo santo é porque isto é o melhor para nós. Aqueles que pela fé simplesmente obedecem a esta ordem, experimentam uma vida cristã mais profunda, rica, vitoriosa e alegre.

Lembremos irmãos que Deus não nos chamou para a impureza, e sim para a santificação (I Tessalonicenses 4:7). Deus deseja a nossa santificação (I Tessalonicenses 4:3).

Voltemos para Ele, consagremos à Ele, vivamos Nele e para Ele a cada dia.

Possa Deus santificar-nos em Cristo Jesus de modo que sejamos uma igreja totalmente Dele. Uma noiva só pode pertencer a um noivo. Devemos ser só de Jesus Cristo. Precisamos amá-Lo acima de tudo e de todos.

Vivamos em união com Cristo (I Tessalonicenses 5:9-10).

Pr. Mario Tsuyoshi Yamakami

Comunidade Bíblica Regenerada – Cristo vive em nós

Maringá, Novembro de 2012.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s