OBEDECER A DEUS – Parte 02

obedecer_a_deus_2Quando examinamos as Escrituras de capa a capa, vemos a importância deste tema. Deus requer nossa obediência. Vimos que Adão desobedeceu e toda a raça humana sofreu por isso. Continuemos nossa caminhada pela Bíblia a respeito da obediência à Deus. Após Adão, o personagem bíblico que nos chama a atenção é Noé. Encontramos sua história a partir do capítulo seis de Gênesis. Toda a raça humana estava corrompida e dentre eles, Noé achou graça diante de Deus. Isso mostra que nem mesmo Noé era digno da misericórdia de Deus. Mesmo sendo uma pessoa justa e íntegra, foi somente pela graça de Deus que ele foi salvo da destruição e morte. A graça de Deus é salvadora. Efésios 2:8 – “Porque pela graça de Deus sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus”. Tito 2:11 – “Porquanto a graça de Deus se manifestou salvadora a todos os homens”. Uma pessoa salva jamais se vangloria naquilo que é ou o que sabe. Ela é humilde e jamais se esquece de quão pecadora era. Está sempre ciente que, se não fosse a maravilhosa graça de Deus, ela estaria irremediavelmente perdida. Sendo assim, jamais desejará condenar quem quer que seja. Viverá eternamente grata pela misericórdia e graça de Deus. Imagina um ninho de cobra onde se encontram centenas delas se mexendo, irrequietas e perigosas. Pela graça, uma delas é retirada e salva, antes que tudo aquilo venha a ser consumido pelas chamas. A pergunta é: que mérito teve aquela que foi retirada e salva das chamas? Nenhum mérito! Apenas foi salva pela graça. Noé foi salvo pela graça e nós também o somos. Noé encontrou graça diante do Senhor, por quê? Não sabemos ao certo, é inexplicável. A graça é algo que não se explica, é apenas graça. Deus é graça, a graça é Deus, Deus tem a graça, a graça está em Deus. Graça é Deus salvando a quem nada merece. A graça só explica quem nós somos e quem Deus é. Ela mostra que merecemos a condenação, que não temos absolutamente nada e não podemos fazer nada para que nos salvemos a nós mesmos. Ao mesmo tempo, mostra que Deus é tudo e tudo pode, mostra Sua benignidade, bondade, misericórdia e amor. A Bíblia declara que Noé achou graça diante do Senhor. Quem foi achado pela graça de Deus foi salvo de uma tremenda e horrível condenação. Quem foi achado pela graça de Deus pode desfrutar da esperança da salvação. Quem foi salvo pela graça tem um coração eternamente grato a Deus, jamais O abandonará e jamais se exaltará diante Dele. Quem foi salvo pela graça, se manterá humilde e viverá em santo temor e constante alegria e louvor. O salvo pela graça tem alegria em obedecer Àquele que o salvou. Vemos em Noé, um exemplo de alguém que foi salvo pela graça. Sempre que Deus lhe dava uma ordem, esta ordem era acatada imediatamente. A partir de Gênesis 6:12, Deus começa a falar com Noé e quando chegamos no verso 22 vemos: “Assim fez Noé, consoante a tudo o que Deus lhe ordenara”. Tudo! Nenhuma palavra do Senhor caiu em terra. Noé obedeceu cabalmente! Quando chegamos ao capítulo sete, vemos Deus dando a segunda ordem à Noé. Após a ordem, vemos no verso 5: “E tudo fez Noé, segundo o Senhor lhe ordenara”. Novamente aparece a palavra “tudo”. Ordem cumprida por completo. Isto mostra um coração totalmente submisso. Assim deve ser o coração de um regenerado, salvo pela graça de Deus. Nos versos de número nove e dezesseis vemos que a ordem de Deus foi totalmente acatada. A Bíblia faz questão de registrar a obediência de um homem salvo pela graça. Deus usa homens obedientes para salvar outros homens. A obediência de uma pessoa pode salvar outros membros de sua família e comunidade. Sua obediência à Deus pode salvar muitas vidas ao seu redor. A obediência à Deus está intimamente ligada à nossa salvação e também a de outros. A vida de Noé nos leva a um exame minucioso diante de Deus: temos também, como Noé, obedecido a Deus em tudo? Levemos a sério a Palavra de Deus, tenhamos um coração cheio de temor e de um intenso desejo em obedecê-Lo sempre em tudo.

Continuando a peregrinação pelo Velho Testamento, encontramos outro homem, também considerado um “pai”. Adão foi o pai da humanidade. Noé foi o novo pai da raça humana e agora Abraão, o pai da raça eleita. A vida de Abraão foi caracterizada pela fé e obediência à Deus. Após quarenta anos estudando na escola da fé, Deus lhe deu a prova final quando mandou sacrificar seu amado filho Isaque. Encontramos esta prova no capítulo 22 de Gênesis. Já no verso primeiro vemos Abraão respondeu positivamente a Deus: “Eis-me aqui!”. Abraão já se mostrava pronto e atento à Palavra de Deus. Quantas vezes lemos a Bíblia com sono ou com desdém? Temos a consciência que é Deus quem fala conosco? Temos tido uma atitude pronta como a de Abraão quando Deus fala conosco na pregação de Sua Palavra? Como o coração de Abraão era pronto, atencioso e atento. No verso sete, quando seu filho lhe chama, prontamente ele responde: “Eis-me aqui, meu filho!” Seu coração estava aberto para o filho, havia comunicação, havia acesso ao seu coração. Seu filho podia chegar-se à ele, pois seu coração não estava duro e nem fechado. Pouco mais adiante, quando ele estava pronto para fazer segundo a ordem do Senhor, o Anjo do Senhor o chamou e ele prontamente disse: “Eis-me aqui!” (v.11). Abraão obedeceu a Deus, ainda que a ordem parecesse ser demasiadamente difícil para este pai. Abraão não questionou Deus, não brigou com Deus, não ficou com raiva de Deus. Talvez muitos crentes hoje diriam: Sabe irmãos, Deus pediu para sacrificar meu filho e estou achando que Deus está louco, isto tudo é um absurdo. Não posso mais confiar Nele, vou abandonar a fé. A obediência de Abraão estava acima de seus afetos pessoais. Sua obediência era alicerçada em Deus. Por mais absurdo que tudo aquilo parecesse, simplesmente Abraão creu e obedeceu. Quem crê obedece! Esta é a lógica para com Deus. Não precisamos ver para obedecer, basta crer. Crer e obedecer, esta dupla faz sucesso diante de Deus. Assim deve ser a vida de todo o crente. Ele precisa andar pela fé (II Cor. 5:7) e obedecer sempre a Deus. Até parece que Abraão conhecia o texto de I Coríntios 1:25 – “Porque a loucura de Deus é mais sábia do que os homens; e a fraqueza de Deus é mais forte do que os homens”. Na verdade, Deus tirou o apego de Abraão pelo filho. Isaque jamais poderia tomar o lugar de Deus na vida de Abraão, pois Isaque não é Deus. Deus nunca erra, por mais absurdo que pareça ser a predestinação ou qualquer outra coisa que Deus fala em Sua Palavra, precisamos crer Nele e em Sua Palavra. Ele é Soberano e Absoluto, Perfeito e Sábio. Muitos anos atrás encontraram um grande diamante na África e a coroa da Inglaterra comprou. Contrataram um especialista para lapidar e colocar na coroa da rainha. Este especialista estudou por meses e quando começou a trabalhar, deu um golpe no diamante. Neste momento os críticos caíram encima dele. Silenciosamente e calmamente o especialista continuou sua obra. Finalmente chegou o dia da apresentação da rainha com a nova coroa. O brilho, o fulgor da coroa era tão maravilhoso, tão estupendo que calou a boca dos críticos. O especialista sabia o que estava fazendo. Deus é nosso especialista, só Ele sabe, e Ele nunca vai errar. Confiemos Nele sempre. Na realidade, precisamos tomar o jugo do Senhor Jesus e aprender Dele (Mateus 11:28-30). Essa é a nossa tarefa; andar com Cristo e aprender a ser manso e humilde como Ele. A obediência de Abraão trouxe a bênção de Deus sobre ele. Gênesis 22:16-17 – “e disse: Jurei, por mim mesmo, diz o Senhor, porquanto fizeste isso e não me negaste o teu único filho, que deveras te abençoarei e certamente te multiplicarei a tua descendência como as estrelas do céu e como a areia na praia do mar; a tua descendência possuirá a cidade dos seus inimigos”.

A obediência de Abraão trouxe a bênção de Deus. Essa bênção se estendeu para todas as nações da terra. Um só homem obedeceu e todas as nações foram abençoadas. Aqui, Abraão tipifica Cristo. Porque Jesus Cristo obedeceu ao Pai na cruz do Calvário, muitos se tornaram justos. Romanos 5:19 – “Porque, como, pela desobediência de um só homem, muitos se tornaram pecadores, assim também, por meio da obediência de um só, muitos se tornarão justos”.

Deus registrou a obediência de Abraão. Gênesis 22:18 – “nela serão benditas todas as nações da terra, porquanto obedecestes à minha voz”. A obediência de um pai pode trazer bênção sobre o filho também. Deus veio, anos depois, só para abençoar Isaque, filho de Abraão. Gênesis 26:3-5 – “habita nela, e serei contigo e te abençoarei; porque a ti e a tua descendência darei todas estas terras e confirmarei o juramento que fiz a Abraão, teu pai. Multiplicarei a tua descendência como as estrelas dos céus e lhe darei todas estas terras. Na tua descendência serão abençoadas todas as nações da terra; porque Abraão obedeceu à minha palavra e guardou os meus mandamentos, os meus preceitos, os meus estatutos e as minhas leis”. Deus é benevolente, isto é, além de bondoso, Ele não se esquece de sua aliança para com aquele que lhe obedece. Deus é fiel! Salmo 100:5 – “Porque o Senhor é bom, a sua misericórdia dura para sempre, e, de geração em geração, a sua fidelidade”.

Um homem que teme a Deus será abençoado e sua descendência também. Salmo 103:17-18 – “Mas a misericórdia do Senhor é de eternidade a eternidade, sobre os que o temem, e a sua justiça, sobre os filhos dos filhos, para com os que guardam a sua aliança e para com os que se lembram dos seus preceitos e os cumprem”.

Pr. Mario Tsuyoshi Yamakami

Comunidade Bíblica Regenerada   –   Cristo vive em nós

Maringá, Fevereiro de 2013.

Anúncios

Um pensamento sobre “OBEDECER A DEUS – Parte 02

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s