OBEDECER A DEUS – Parte 03

ouvir1Temos visto até agora o quão agradável é a obediência aos olhos de Deus e quão indizível recompensa Ele concede ao obediente. Lembro-me que na Faculdade de Direito, a matéria: Direito Civil, foi-nos dada em todos os anos e o ano inteiro. Cinco anos estudando Direito Civil e ainda hoje, a impressão é que estudamos tão pouco. Somos uma geração que gostamos de novidade e as coisas são dadas em uma velocidade incrível. Acabamos vendo muito e aprendendo pouco, pois quase não temos repetição em nosso aprendizado. Pela graça de Deus, vamos continuar meditando sobre o tema: “OBEDECER A DEUS” para que o Espírito Santo grave esta preciosa lição em nosso coração. Que esta lição seja colocada em prática no decorrer de nossa vida terrena de modo cabal. Em Filipenses 3:1 vemos o apóstolo dizendo: “Quanto ao mais, irmãos meus, alegrai-vos no Senhor. A mim, não me desgosta e é segurança para vós outros que eu escreva as mesmas coisas”. Tenhamos um coração dócil e receptível para com a Palavra do Senhor. Tiago 1:21 – “Portanto, despojando-vos de toda impureza e acúmulo de maldade, acolhei, com mansidão, a palavra em vós implantada, a qual é poderosa para salvar a vossa alma”.

Estamos vendo o quão notório é a obediência no coração dos homens de Deus. Continuemos por esta senda por mais alguns dias. Após vermos a obediência de Noé e Abraão, veremos agora a obediência de Moisés. Deus usou muito Moisés para ensinar o povo de Israel a obedecer a Deus. Êxodo 19:5 – “Agora, pois, se diligentemente ouvirdes a minha voz e guardardes a minha aliança, então, sereis a minha propriedade peculiar dentre todos os povos; porque toda a terra é minha”. Coloquei em destaque duas palavrinhas, pois é de grande valor. A condição “se” nos alerta sobre a importância de ouvir a voz do Senhor. Precisamos atentar para a Palavra do Senhor, para a voz do Senhor. Somente os que atentam à Palavra do Senhor, poderão guardá-la. Abraão sempre atentava para a voz do Senhor e prontamente a cumpria. Estamos atentos à voz do Senhor? Desejamos obedecer-Lhe em tudo? Vemos neste verso a ligação entre obedecer à voz do Senhor e ser feito Seu povo, sua propriedade. Só poderemos ser feitos seu povo quando nos identificamos com sua vontade mediante nossa obediência. Deus se manifesta a quem o obedece. Vejamos Êxodo 39:31;,32,42,43; 40:16,19,21,23,25,29,32. Moisés e o povo obedeceram a Deus em tudo, nos mínimos detalhes. Quando a obediência estava completa, algo tremendo aconteceu. Veja Êxodo 40:34,35 – Então, a nuvem cobriu a tenda da congregação, e a glória do Senhor encheu o tabernáculo. Moisés não podia entrar na tenda da congregação, porque a nuvem permanecia sobre ela, e a glória do Senhor enchia o tabernáculo”. A obediência trouxe a presença do Senhor, a glória do Senhor se manifestou. Deus se manifesta onde Sua Palavra é acatada. Não adianta subir ao monte e gritar a noite inteira para poder ver a glória de Deus, que, aliás, não é uma grama incandescente e nem gravetos que brilham. Precisamos obedecer a sua voz e então veremos quão gloriosa é a Sua presença. Para confirmar esta revelação, vejamos mais uma passagem similar. Levítico 8:4,5,9,13,17,21,29,36; 9:7,10,23 e 24. Vemos Moisés e o povo obedecendo ao Senhor e em seguida, a glória de Deus se manifestando ao povo. Aprendamos isto: Deus se manifesta na vida dos obedientes.

Quando vemos o livro de Deuteronômio, encontramos muitas vezes a palavra: “obedecer”. Percebemos também que esta palavra está intimamente ligada à bênção de Deus. Deuteronômio 11:26-28 – “Eis que, hoje, eu ponho diante de vós a bênção e a maldição: a bênção, quando cumprirdes os mandamentos do Senhor, vosso Deus, que hoje vos ordeno; a maldição, se não cumprirdes os mandamentos do Senhor, vosso Deus, mas vos desviardes do caminho que hoje vos ordeno, para seguirdes outros deuses que não conhecestes”. Segundo as Escrituras, a bênção virá se obedecermos aos mandamentos do Senhor. Muitos crentes oram pedindo a bênção de Deus sobre eles. Não precisamos ser assim, biblicamente falando, precisamos obedecer. Nossa incumbência não é clamar por bênção, mas, sim, obedecer a Deus. A incumbência de Deus é dar a Sua bênção ao obediente. Como cristão, meu desejo sincero deve ser: “como posso obedecer e agradar a Deus?”.

Assim como Deus registrou a obediência de grandes homens, também registrou a desobediência de homens que poderiam ter sido grandes diante Dele. Saul é um desses exemplos. Deus o escolheu como o primeiro rei de Israel. Em I Samuel 10:8 vemos uma ordem de Deus através do profeta Samuel à Saul. O rei Saul esperou sete dias e como o profeta estava atrasado, resolveu por si mesmo oferecer o sacrifício. Isto foi uma desobediência. Quando Saul assim fazia, eis que vem o profeta Samuel e diz: “Procedeste nesciamente em não guardar o mandamento que o Senhor, teu Deus, te ordenou; pois, teria, agora, o Senhor confirmado o teu reino sobre Israel para sempre”. No final do verso seguinte diz: “porquanto não guardastes o que o Senhor te ordenou”. Pouco mais tarde, Deus concede à Saul uma segunda chance e lhe dá nova ordem. I Samuel 15:3 Deus manda Saul destruir totalmente à Amaleque. Saul não deveria poupar nada segundo a ordem do Senhor. Mas vemos Saul desobedecendo outra vez. No verso 9 vemos: “E Saul e o povo pouparam Agague, e o melhor das ovelhas e dos bois, e os animais gordos, e os cordeiros, e o melhor que havia e não os quiseram destruir totalmente; porém toda coisa vil e desprezível destruíram”. A seguir vemos Saul tentando convencer o profeta de que fez realmente tudo o que Deus lhe havia mandado. O problema era que o povo não obedeceu, o povo é que pegou os despojos, ele não. Desculpa esfarrapada diante de Deus. A ordem era clara e Saul não cumpriu totalmente a ordem de Deus. Então Deus diz através do profeta nos versos 22 e 23 – “Porém Samuel disse: Tem, porventura, o Senhor tanto prazer em holocaustos e sacrifícios quanto em que se obedeça à sua palavra? Eis que o obedecer é melhor do que o sacrificar, e o atender, melhor do que a gordura de carneiros. Porque a rebelião é como o pecado de feitiçaria, e a obstinação é como a idolatria e culto a ídolos do lar. Visto que rejeitastes a palavra do Senhor, ele também te rejeitou a ti, para que não sejas rei”. Saul nos faz examinar se realmente temos obedecido a Deus completamente. Há alguma coisa que não foi destruída em nossa vida e que ainda desagrada a Deus? Algum pecado predileto em nosso coração? Isto é sério diante de Deus. Saul foi rejeitado desta maneira e nós não seremos diferentes se não destruirmos completamente tudo o que Deus ordena em Sua Palavra. Faça um exame de si mesmo e vê se há algo que ainda não foi tratado em seu coração em relação a pecados do passado. Saul não levou à sério a palavra do Senhor: “destruir totalmente” e por esta razão foi rejeitado. Precisamos ser zelosos no obedecer a Deus como Noé, Abraão e Moisés foram.

Jeremias 7:22-23 – “Porque nada falei a vossos pais, no dia em que os tirei da terra do Egito, nem lhes ordenei coisa alguma acerca de holocaustos ou sacrifícios. Mas isto lhes ordenei, dizendo: Daí ouvidos à minha voz, e eu serei o vosso Deus, e vós sereis o meu povo; andai em todo o caminho que eu vos ordeno, para que vos vá bem”.

Pr. Mario Tsuyoshi Yamakami

Comunidade Bíblica Regenerada

Maringá, Fevereiro de 2013.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s