Libertos em Cristo

libertosPorque o pecado não terá domínio sobre vós; pois não estais debaixo da lei, e, sim da graça. – Romanos 6:14

O pecado está personificado neste capítulo, e é considerado como um mestre. Ele demanda o nosso serviço e paga um salário. O salário do pecado é a morte. Mas Cristo nos libertou da reivindicação do pecado. O pecado não tem mais qualquer autoridade sobre nós. Porque Cristo morreu, e nós morremos por Ele, o pecado não tem direito legal para reinar sobre nós.

Podemos, portanto, reivindicar este nosso privilégio de liberdade do domínio do pecado, de uma vez por todas. Não é uma questão de sentimento, mas de fé. Se nós cremos que este é o propósito da morte de Cristo, que o pecado não mais deve ser o nosso mestre, e se nós cremos que Cristo foi bem sucedido no alcance desse propósito, então tudo o que temos a fazer é nos apropriarmos, pela fé, desse nosso atual privilégio de contínua emancipação do poder do pecado. Já não estamos mais sob a lei, o que significaria que nós estaríamos num curso que tinha essa liberdade como alvo. Mas estamos sob a graça, o que significa que a liberdade é o ponto de partida, que estamos correndo nesta liberdade, e não para ela.

Se, pois, o Filho vos libertar verdadeiramente sereis livre. – João 8:36.

— Evan H. Hopkins

Extraído da Revista Betel

Ano 4 • Nº 2 • Primavera 2008

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s