OBEDECER A DEUS – Parte 07

obdc2Vamos examinar e entender isso: através da desobediência de Adão somos feitos pecadores. A única coisa que Deus exigiu de Adão no Paraíso foi obediência. A maneira de a criatura glorificar a Deus, ou gozar do Seu favor e bênção, é pela obediência. A única razão por que o poder do pecado entrou no mundo, juntamente com a ruína que ele provocou, foi pela desobediência. Toda a maldição do pecado que pesa sobre nós se deve à desobediência a nós imputada. Todo poder do pecado que atua em nós, nada mais é do que isto – assim como recebemos a natureza de Adão, também herdamos dele a sua desobediência, nascemos como “filhos da desobediência” (Efésios 2:2). É evidente que a principal tarefa de Cristo era remover essa desobediência – sua maldição, seu domínio, sua natureza maligna e suas obras. A desobediência era a raiz de todo pecado e de toda miséria. O principal objetivo da Sua salvação era remover a raiz maligna e restaurar o homem ao seu destino original – uma vida de obediência ao seu Deus. Como Cristo fez isso? Acima de tudo, por vir como o último Adão, para desfazer o que o primeiro havia feito (I Coríntios 15:20-22; 45-49; Romanos 5:12-21). A obediência de Cristo foi tão poderosa e penetrante como foi a desobediência de Adão. A desobediência de Adão, em todas as suas ramificações, foi removida e substituída pela obediência de Cristo. Pela desobediência de Adão, perante a lei fomos feitos pecadores e pela obediência de Cristo, judicialmente somos feitos justos. Pela obediência de Jesus fomos completamente justificados e libertos do poder do pecado e da morte. Somos feitos um com Cristo em Sua morte e ressurreição, de forma que estamos tão verdadeiramente mortos para o pecado e vivos para Deus como Ele está. E a vida que recebemos n’Ele não é outra senão a vida de obediência. Em essência, obediência é salvação. A obediência de Jesus trouxe justificação para nós e pela justificação recebemos vida. Romanos 5:17,18 e 21 – “Se, pela ofensa de um e por meio de um só, reinou a morte; muito mais os que receberam a abundância da graça e o dom da justiça reinarão em vida por meio de um só, a saber, Jesus Cristo. Pois assim como, por uma só ofensa, veio o juízo sobre todos os homens para condenação, assim também, por um só ato de justiça, veio a graça sobre todos os homens para a justificação que dá vida. Verso 18 diz: a fim de que, como o pecado reinou pela morte, assim também reinasse a graça pela justiça para a vida eterna, mediante Jesus Cristo, nosso Senhor”. A obediência é tão inseparável d’Ele, que receber a Cristo e a Sua vida é receber Sua obediência. Porque Cristo vive em nós, podemos viver em obediência a Deus. O regenerado é obediente por excelência, pois Cristo vive nele. Por esta razão em Romanos 6:16-18 encontramos: “Não sabeis que daquele a quem vos ofereceis como servos para obediência, desse mesmo a quem obedeceis sois servos, seja do pecado para a morte  ou da obediência para a justiça? Mas graças a Deus porque, outrora, escravo do pecado, contudo, viestes a obedecer de coração à forma de doutrina a que fostes entregues; e, uma vez libertados do pecado, fostes feitos servos da justiça”. Em Cristo, não somos mais servos do pecado e sim, servos da justiça para a vida. Romanos 6:22 – “Agora, porém, libertados do pecado, transformados em servos de Deus, tendes o vosso fruto para a santificação e, por fim, a vida eterna”. A obediência do Senhor Jesus nos justificou e nos possibilitou vivermos em constante obediência. Essa vida de obediência em justiça desembocará na vida eterna. Romanos 6:23 – “porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus, nosso Senhor”. A nossa sujeição à obediência é o único caminho em que nosso relacionamento com Deus e com a justiça pode ser mantido. Há somente uma lei tanto para a Cabeça como para os membros. Tão certo como tudo era, em relação a Adão e seus descendentes, desobediência e morte; assim também com Cristo e seus descendentes tudo é obediência e vida. O que unia Adão e sua descendência, o que os tornava semelhantes, era a desobediência. O que une Cristo e Seus descendentes, o sinal de semelhança entre eles, é a obediência. Somente a vida de obediência a Deus e Sua Palavra pode nos fazer permanecer na justiça e vida. João 14:232 – “Respondeu-lhes Jesus: Se alguém me ama, guardará a minha palavra; e meu Pai o amará, e viremos para ele e faremos nele morada”. Não temos dúvida que o Pai amará aquele que O obedece. O próprio Filho disse isso: João 10:17 – “Por isso, o Pai me ama, porque eu dou a minha vida para a reassumir”. O Senhor deu Sua vida, foi obediente até a morte e morte de cruz. Filipenses 2:8 – “a si mesmo se humilhou, tornando-se obediente até à morte e morte de cruz”. Jesus Cristo é nosso modelo de obediência. Jesus Cristo em nós é o segredo de uma vida de obediência.

Pr. Mario Tsuyoshi Yamakami   –   Comunidade Bíblica Regenerada

Maringá, Abril de 2013.

Anúncios

Um pensamento sobre “OBEDECER A DEUS – Parte 07

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s