ESTUPENDA CRUZ

cruz_5472A maravilhosa graça provém da estupenda cruz. Poucos conhecem a estupenda e maravilhosa cruz de nosso Senhor Jesus Cristo porque ainda não ouviram sobre o Cristo crucificado. O poeta, em seu hino diz: “Sim, eu amo a mensagem da cruz, até morrer, eu a vou proclamar. Mais adiante diz: Sim, na cruz, sim, na cruz, sempre me glorio”. Este é o coração daquele que conhece a mensagem da cruz, que vive a mensagem da cruz e que prega a mensagem da cruz. Somente aqueles que receberam do Alto a magnífica revelação de sua inclusão na morte e ressurreição de Jesus Cristo e foram feitos nova criatura, podem cantar e pregar com toda alegria e convicção hinos como este. Para os regenerados, a mensagem da cruz é estupenda, é maravilhosa, é “A MENSAGEM”. Mas para aqueles que ainda não receberam esta tremenda revelação, a mensagem da cruz é cansativa, repetitiva, confrontadora e até antipática. Sim, para o pecador perdido, arrogante e cheio de si; a mensagem da cruz é uma ofensa! A mensagem da cruz derruba confronta. No MMA, quando se derruba o adversário, logo sobe e começa a esmurrar para levá-lo a nocaute. Porém, antes do nocaute, o juiz paralisa a luta e dá a vitória ao mais forte. Ali é só um espetáculo e, apesar da crucificação ter sido um espetáculo, a realidade é que ela tem como objetivo matar o velho homem. No tempo dos romanos, quando alguém era condenado à morte de cruz, este, ao se despedir dos seus, sabia que jamais voltaria vivo. Não havia retorno, não havia nenhuma possibilidade de sobrevivência. A morte era certa! Graças a Deus que a cruz de Cristo tem este poder de destruição do velho homem. Temos uma natureza dentro de nós desde o nosso nascimento que é terrível. Ela é corrupta e enganosa. Jeremias 17:9 – “Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e desesperadamente corrupto; quem o conhecerá?”. Somente a cruz poderá destruir esta terrível e maléfica natureza adâmica. A cruz não barganha, não entra em negociata, não deixa para depois. Ela simplesmente faz o seu papel: mata o velho homem! Precisamos entender que quando Deus traz a pregação da cruz em nosso meio, Ele está trazendo Seu amor na Pessoa de Seu amado Filho, Jesus Cristo, o crucificado. Ele sabe da desgraça de se viver com um coração de pedra, corrupto e enganoso. A velha vida adâmica é nojenta, é um fracasso total. É uma vida de escravidão, maldição e sem paz. A Escritura diz que para o ímpio não há paz. Vida de trevas e perdição, vida sem Deus e sem esperança. Graças a Deus que nos providenciou a inclusão na morte com Jesus na cruz do Calvário, tudo para que pudesse haver a troca deste velho e terrível coração por um novo. Um coração regenerado, uma nova criação, não mais o velho e corrupto, mas um novo coração, onde Jesus Cristo habitará e se manifestará com Sua maravilhosa vida. A salvação consiste nesta operação da cruz. Sem a morte do nosso velho homem na cruz de Cristo, não há regeneração e sem regeneração não há a verdadeira vida cristã. O Senhor Jesus já explicava em João 12:24 – “Em verdade, em verdade vos digo: se o grão de trigo, caindo na terra, não morrer, fica ele só; mas, se morrer, produz muito fruto”. Nascer de novo é poder desfrutar de Jesus Cristo a cada momento. É ser regenerado para uma viva esperança de que vamos para o céu (I Pedro 1:3). Nascer de novo é a condição para que entremos no reino dos céus. João 3:3 – “A isto, respondeu Jesus: Em verdade, em verdade, te digo que, se alguém não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus”.

Toda esta maravilha da nova criação começa com a pregação da cruz. Pregação dura, séria e verdadeira! Ela confronta o pecador altivo e cheio de si. Ela não agrada o pecador, pois o delata como alguém que merece o inferno e que não tem nenhum mérito diante de Deus. Coloca-o como alguém perdido, desesperado e necessitado. Nenhuma glória, nenhum louvor e nenhuma aprovação ao pecador. Aponta tão somente para a maravilhosa graça de Deus em Cristo Jesus. Mostra que só há uma maneira para sermos salvos: É Deus vindo em Sua graça para, pela cruz, resgatar o pobre pecador. Quando entendemos o evangelho de Cristo pela pregação da cruz, ficamos maravilhados e eternamente gratos a Deus pela morte de Jesus na cruz. Deus fez tudo em Cristo na cruz do Calvário para nos salvar. Ele nos atraiu, nos incluiu Nele, nos fez morrer, ser sepultado e ressuscitar juntamente com Ele. Foi assim que Deus nos fez uma nova criatura em Cristo Jesus (II Coríntios 5:17). Pela cruz, em Cristo Jesus, Deus nos libertou do império das trevas e nos transportou para o Reino do Seu Filho, nosso Rei (Colossenses 1:13). Alguns, mesmo estando na igreja, não gostam da mensagem da cruz. Não aceitam, não crêem e se tornam inimigos da cruz de Cristo porque amam muito a si mesmo. Filipenses 3:17-19 – “Irmãos, sede imitadores meus e observai os que andam segundo o modelo que tendes em nós. Pois muitos andam entre nós, dos quais, repetidas vezes, eu vos dizia e, agora, vos digo, até chorando, que são inimigos da cruz de Cristo. O destino deles é a perdição, o deus deles é o ventre, e a glória deles está na sua infâmia, visto que só se preocupam com as coisas terrenas”. O destino deles é a perdição, o inferno, a morte eterna. É coisa séria! Rejeitam o único meio de salvação que Deus providenciou, isto é, a cruz de nosso Senhor Jesus Cristo. I Coríntios 1:18 – “Certamente, a palavra da cruz é loucura para os que se perdem, mas para nós, que somos salvos, poder de Deus”. Eles adoram a si mesmo, se preocupam consigo mesmos, procuram satisfazer a si mesmo. Seu apetite carnal está em evidência o tempo todo. O prazer deles é comer, beber, fumar, drogar e cometer todo tipo de torpeza sexual. Seu lar é este mundo perverso; vive em função deste mundo, jamais se lembram da Pátria celestial (Filipenses 3:20; Hebreus 11:16). Os amantes dos prazeres da carne detestam a mensagem da cruz, preferem o mundo com seus prazeres e concupiscências. Eles são, de fato, inimigos da cruz de Cristo.

Precisamos pregar a mensagem da cruz por que ela é a única que pode salvar o pecador da escravidão do pecado e de Satanás. A religião pode disfarçar e até entorpecer o pecador, porém, a cruz de Cristo pode livrá-lo do pecado e do inferno. Somente a cruz de Cristo pode gerar esperança viva no coração do regenerado e trazer a alegria da salvação. A mensagem da cruz é simples e poderosa, diferente das mensagens cheias de teologias e vazias do poder de Deus para a salvação. Por esta razão dizemos que ela é a única mensagem, é a grande mensagem, é a mensagem que fará toda a diferença na vida do pecador. Tudo gira em torno dela, nossa esperança, nossa glória, nossa salvação, bênção e tudo o mais. Não foi à toa que o apóstolo escreveu: “Porque decidi nada saber entre vós, senão a Jesus Cristo e este crucificado” (II Coríntios 2:2). Muitos crentes hoje ficam incomodados ao ouvir esta mensagem, pois ela mexe com a vida particular, vida de negócios desonestos, vida de pecados secretos. Ela mexe com a estrutura do pecador. Infelizmente muitos pregam uma mensagem antropocêntrica, agradável e conveniente. Não incomoda o pecador, não toca a respeito dos seus prazeres secretos, dos seus negócios escusos e faz vista grossa quanto aos relacionamentos ilícitos e ilegais. As mensagens hoje permitem que as pessoas continuem vivendo no velho Adão, com suas preferências, gostos e prazeres da carne. Neste evangelho falso não existe renúncia e morte do ego. Infelizmente muitos estão de mãos dadas com esse tipo de mensagem; mensagem esta que veio diretamente do inferno.

A mensagem da cruz exige a morte do velho homem, exige renúncia de si mesmo, exige entrega total e absoluta à Jesus Cristo. Ela fala de morte para poder viver; enquanto que a outra fala de aproveitar a vida e oculta o juízo vindouro. A mensagem da cruz não fala apenas que Cristo morreu em nosso lugar e ponto final. Isso tudo é muito cômodo e fácil. Fala também de nossa atração e inclusão em Cristo na cruz do Calvário. João 12:32 – “E eu quando for levantado da terra, atrairei todos a mim mesmo”. Aquele que crê nesta tremenda verdade recebe a revelação de sua morte e ressurreição com Cristo e então poderá afirmar com alegria: “Estou crucificado com Cristo, logo, já não sou quem vive, mas Cristo vive em mim”. Porque o velho homem foi crucificado com Cristo, agora, como novo nascido, pode-se desfrutar da nova vida abundantemente. A cruz de Cristo é estupenda e maravilhosa porque liberta o pecador da velha vida pecaminosa e o traz para a nova vida em Cristo Jesus. Nada neste mundo tem o poder de criar uma nova vida se não for pela cruz de Cristo. A religião, a prática do bem, as orações ou qualquer outra coisa NÃO pode realizar o milagre do novo nascimento. Somente a cruz de nosso Senhor Jesus Cristo. J.C.Ryle disse: “Esta é a única alavanca que até aqui tem revirado o mundo de cabeça para baixo, e tem feito os homens abandonarem seus pecados. E se a cruz não o fizer, nada o fará!”

A mensagem da cruz é estupendamente estúpida para os estúpidos que se perdem, mas é estupendamente maravilhosa para os que são salvos. Ela não poderá ser mudada, moldada ou ajeitada conforme o desejo dos homens. Ela continuará sendo rude, simples, poderosa e estupenda. Sem cruz não há evangelho, não há salvação, não há esperança, não há vida eterna. Ela é estupenda porque faz coisas que nos deixa estupefatos. Ela faz o cristianismo funcionar, a vida florescer e o cristão endoidecer de alegria e louvor. Como um cristão nascido de novo, estou tão estupefato que não posso dizer outra coisa senão: Ah! Que estupenda cruz!

Mario Tsuyoshi Yamakami

Comunidade Bíblica Regenerada   –   Cristo vive em nós

Maringá, Abril de 2013.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s