JESUS CRISTO, LUZ DO MUNDO

“De novo, lhes falava Jesus, dizendo: Eu sou a luz do mundo; quem me segue não andará nas trevas, pelo contrário, terá a luz da vida.” (João 08:12)

 Jesus no monte da oliveira ensinava ao povo, quando os escribas e os fariseus trouxeram à sua presença uma mulher surpreendida em adultério. Disseram a Jesus: Na lei nos mandou Moisés que tais mulheres sejam apedrejadas; tu, pois que dizes?

Jesus se levantou e lhes disse: Aquele que entre vós estiver sem pecado seja o primeiro que lhe atire pedra. Assim não houve mais quem lhe acusasse. (João 08:01-11)

luz_do_mundo“Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha vida eterna. Porquanto Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que julgasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele. Quem nele crê não é julgado; o que não crê já está julgado, porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus. E o julgamento é este: que a luz veio ao mundo, e os homens amaram mais as trevas do que a luz, porque as suas obras eram más. Pois todo aquele que pratica o mal aborrece a luz e não se chega para a luz, a fim de não serem arguidas as suas obras. Quem pratica a verdade aproxima-se da luz, a fim de que as suas obras sejam manifestas, porque são feitas em Deus.” (João 3:17-21)

 A luz e as trevas são opostas entre si, “Deus disse: Haja luz; e houve luz. E viu Deus que a luz era boa; e fez separação entre a luz e as trevas.” (Gênesis 01:03-04) As trevas representam à noite, escuridão, que são sinônimos de cegueira e morte espiritual.

O príncipe das trevas que é o diabo, que em figura de serpente enganou Eva, que foi usada de instrumento para conduzir Adão a transgredir a ordem dada por Deus. (Gênesis 03:06) Assim entrou o pecado no homem, e este passou a viver separado da vida de Deus.

“Mas as vossas iniquidades fazem separação entre vós e o vosso Deus; e os vossos pecados encobrem o seu rosto de vós, para que vos não ouça.” (Isaías 59:02) Mas Deus em Cristo Jesus veio nos dar vida e nos levar a sua comunhão.

“Ele nos libertou do império das trevas, e nos transportou para o reino do filho do seu amor; no qual temos a redenção, a remissão dos pecados.” (Colossenses 01:13-14)

 Paulo antes enxergava com seus olhos, enxergava somente a sua religião, ele era um cego espiritual. Era um religioso perfeito, bem instruído, bem sucedido, tinha sabedoria, era convincente em suas palavras. Mas lhe faltava algo: A visão de quem era Jesus.

Paulo conhecia era entendido de bíblia, conhecia ela de capa a capa, mas andava nas trevas. Depois da visão da luz de Cristo, nunca foi mais o mesmo. (Atos 09:01-09). Ele ficou três dias sem enxergar, para que sua visão natural fosse destruída e lhe fosse dada a visão espiritual, que traz salvação, que mostra a verdadeira realidade.

Quando a luz de Cristo invade a nossa vida, tudo muda radicalmente. No terceiro dia Paulo voltou a enxergar, mas ele já não tinha aquela visão da religiosa. Sua visão agora era de quem era verdadeiramente o Cristo crucificado.

“Porque Deus, que disse: Das trevas resplandecerá a luz, ele mesmo resplandecerá em nosso coração, para iluminação do conhecimento da glória de Deus, na face de Cristo.” (2º Coríntios 04:06) Quanto mais luminosa e pura a luz revelada sobre nós pela grandeza de Deus, mais fica claro o que realmente somos. Só a luz pode trazer a nossa realidade de pecados.  “E o julgamento é este: que a luz veio ao mundo, e os homens amaram mais as trevas do que a luz, porque as suas obras eram más.” (João 03:19)

A luz de Cristo nos humilha nos abate nos lança por terra, mata a nossa velha natureza, e nos traz uma nova vida em Cristo. “De novo, lhes falava Jesus, dizendo: Eu sou a luz do mundo; quem me segue não andará nas trevas, pelo contrário, terá a luz da vida.” (João 08:12)

 No capítulo 09 do evangelho de João, Jesus quando caminhava viu um homem que era cego desde seu nascimento, houve indagação a respeito do cego por parte dos discípulos. Queriam saber o motivo de ele ser cego, quem havia pecado para que El fosse cego. Jesus disse que ele era cego para que fosse manifestada a glória de Deus. “Enquanto estou no mundo, sou a luz do mundo. Dito isso, cuspiu na terra e, tendo feito lodo com a saliva, aplicou-o aos olhos do cego, dizendo-lhe: Vai, lava-te no tanque de Siloé (que quer dizer Enviado). Ele foi, lavou-se e voltou vendo.” (João 09:05-07) Levaram o cego aos no templo e o interrogaram perguntando sobre quem havia aberto os seus olhos.

“Se é pecador não sei; uma coisa sei: eu era cego, agora vejo.” (João 09:25)

Jesus tinha restaurado sua visa natural, mas o que antes era cego ainda precisa ter a vida da pessoa de Jesus, por isso quando “Ouvindo Jesus que o tinham expulsado, encontrando-o, lhe perguntou: Crês tu no Filho do Homem? Ele respondeu, e disse: Quem é, Senhor, para que eu nele creia? E Jesus lhe disse: Já o tens visto, e é o que fala contigo. Então, afirmou ele: Creio, Senhor. E o adorou. Prosseguiu Jesus: Eu vim a este mundo para juízo, a fim de que os que não veem vejam, e os que veem sejam cegos.” (João 09:35-39)

Jesus Cristo, luz do mundo.

Nós todos nascemos cegos espiritualmente. Não há em nós nenhuma perspectiva de vida espiritual, precisamos de algo que venha do céu, de uma ação direta de Deus, essa visão espiritual é um milagre do céu que só Cristo, através do Espírito Santo pode realizar. Toda nossa vida espiritual brota de um milagre operado pela luz de Cristo.

 “…uma coisa sei: eu era cego, agora vejo.”

 

 Agton Santana

Comunidade Bíblica Regenerada – Cristo vive em nós.

Maringá, Maio de 2012.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s