APOSTASIA – Parte 04

apostasia4q“Como escaparemos nós, se negligenciarmos tão grande salvação?” (Hebreus 2:3). Às vezes fico pasmo e me pergunto: Como as pessoas podem negligenciar tão grande salvação? Deus Pai nos amou antes mesmo da fundação do mundo e enviou Seu amado Filho à cruz para nos salvar. Ali o Senhor efetuou esta tão grande salvação. Nossa grande salvação começa no Cristo crucificado, continua no Cristo ressuscitado e termina no Cristo glorificado. Apostatar é negligenciar Jesus Cristo. Esquecer da cruz de Cristo é jogar fora a nossa salvação. Ignorar a cruz em nosso viver diário é negligenciar esta tão grande salvação. Não nos esqueçamos das Palavras do Senhor em Lucas 9:23 – “Dizia a todos: Se alguém quer vir após mim, a si mesmo se negue, dia a dia tome a sua cruz e siga-me”. O apóstolo, preocupado com a igreja de Corinto, compartilhou: “levando sempre no corpo o morrer de Jesus, para que também a sua vida se manifeste em nosso corpo. Porque nós, que vivemos, somos sempre entregues à morte por causa de Jesus, para que também a vida de Jesus se manifeste em nossa carne mortal” (II Coríntios 4:10-11). Temos visto que os membros da igreja estão ocupados e cansados com os cuidados deste mundo. A constante ocupação gera a negligência. Para que não haja apostasia é preciso ser um cristão radical, determinado, zeloso, consagrado e totalmente rendido a Cristo. Negligência vem de um coração sobrecarregado com as conseqüências da orgia, da embriaguez e das preocupações deste mundo: “Acautelai-vos por vós mesmos, para que nunca vos suceda que o vosso coração fique sobrecarregado com as conseqüências da orgia, da embriaguez e das preocupações deste mundo, e para que aquele dia não venha sobre vós repentinamente, como um laço” (Lucas 21:34). Orgia, festas, prazeres da carne é o que vemos todos os dias em nossa cidade. Tem festa para tudo e para todos e o tempo todo. Encontram-se prazeres para a carne em casa e fora de casa, à vontade, diariamente. É incrível como nossa carne busca viver em orgias. Qualquer feriado, qualquer aniversário, qualquer oportunidade, lá está o povo fazendo a festa da carne; com muita comida, bebida e conversa torpe e fútil. A festa e a comida em si, não são erradas; porém, quando isto toma o nosso coração de tal maneira que não ficamos sem eles no fim de semana, aí a fumaça da apostasia já está subindo. Os apóstatas vivem embriagados com os prazeres da carne. Busca a satisfação da carne o tempo todo. Não conhecem a vida de cruz. Mas o cristão não está inclinado para a carne e nem por ela é dominado. Se tiver um churrasquinho de vez em quando, não há problema nenhum. Acontece que ele não vive mais em função disso. Ele não vive programando as orgias da carne. O povo está cada vez mais obeso, não só no corpo; mas especialmente na alma. Tem muita necessidade de preencher a vida com os prazeres da carne. Mas aqueles que são de Cristo aprenderam a não mais viver na carne; e sim, no Espírito. Leia o capítulo 8 de Romanos. Nossa carne não gosta de ouvir mensagens que falam de mortificar os feitos do corpo. Mas a Bíblia fala, pois de fato, há uma guerra entre a carne e o Espírito. Gálatas 5:17 – “Porque a carne milita contra o Espírito e o Espírito contra a carne, porque são opostos entre si; para que não façais o que, porventura, seja do vosso querer”. Sabemos que as coisas que levam à orgia são obras da carne e dentre elas citamos: “prostituição, impureza, lascívia, bebedices e glutonarias”. Aqueles que vivem em orgia não entrarão no reino de Deus; como este mesmo texto afirma. Em seguida, vemos a solução de Deus para não viver na orgia e embriaguez. Gálatas 5:24 – “E os que são de Cristo Jesus crucificaram a carne com as suas paixões e concupiscências”. Sem vida de cruz não há como vencer a carne. Acautelemo-nos irmãos, pois o Senhor nos adverte para que tenhamos muito cuidado para que nunca fiquemos sobrecarregados com as coisas da carne.

A apostasia começa no coração, nas afeições, nos desejos, nos sentimentos. Hebreus 3:8;10,12,15 contém a palavra “coração”. Quando perdemos aquele primeiro amor pelo Senhor, corremos o risco de apostatar da fé. Quando começamos a amar alguém ou alguma coisa mais do que o Senhor é porque a apostasia está chegando. Somente aqueles que amam o Senhor mais do que tudo pode segui-Lo com total segurança. Jamais se apostatarão da fé. Mateus 10:37-39 – “Quem ama seu pai ou sua mãe mais do que a mim não é digno de mim; quem ama seu filho ou sua filha mais do que a mim não é digno de mim; e, quem não toma a sua cruz e vem após mim não é digno de mim. Quem acha a sua vida perdê-la-á, quem, todavia, perde a vida por minha causa achá-la-á”. Somente aquele que recebeu a revelação de Jesus Cristo e O ama acima de tudo, estará seguro contra a apostasia. Amar o Senhor Jesus, acima de tudo e de todos, é o segredo para não apostatar jamais. É preciso tê-LO como o nosso tesouro (Mateus 13:44-46). Ele disse: “porque, onde está o teu tesouro, aí estará também o teu coração” (Mateus 6:21). O povo de Israel estava com o coração endurecido pelo engano do pecado. Amaram mais as coisas do Egito do que o próprio Senhor que os tirou de lá. Quando amamos o Senhor de todo o coração, certamente estaremos sempre buscando Sua comunhão. Permaneceremos Nele e para Ele e isto é o antídoto contra a apostasia. A apostasia começa no coração e em certo dia da nossa vida. Por isso, Hebreus alerta para que não tenhamos um coração perverso de incredulidade hoje. Hebreus 3:15 – “Hoje, se ouvirdes  a sua voz, não endureçais o vosso coração, como foi na provocação”. Cuidemos do nosso coração hoje. Ele deve ser somente do Senhor Jesus, seguir somente o Senhor Jesus. Que o Senhor Jesus tenha todo o nosso afeto, nosso carinho, nossa atenção, nosso amor hoje. Não ter o coração totalmente para o Senhor leva o crente ao pecado, à murmuração, ao engano e ao endurecimento. Em seguida vem a apostasia.

Antes que aconteça a apostasia em nossa vida, precisamos atentar à exortação do Senhor Jesus em Apocalipse 2:4-5 – “Tenho, porém, contra ti que abandonaste o teu primeiro amor. Lembra-te, pois, de onde caístes, arrepende-te e volta à prática das primeiras obras; e, se não, venho a ti e moverei do seu lugar o teu candeeiro, caso não te arrependas”. Precisamos voltar urgentemente a amar o Senhor Jesus de todo o coração.

Aquele que tem Cristo constantemente em seu pensamento, e cujo coração se estende a ele em adoração, gratidão, amor e obediência, está perfeitamente seguro. Se atentarmos à Ele, não será difícil perseverarmos na fé até ao fim. Hebreus 12:3 – Considerai, pois, atentamente, aquele que suportou tamanha oposição dos pecadores contra si mesmo, para que não vos fatigueis, desmaiando em vossa alma”. Sendo assim, santos irmãos: CONSIDEREMOS ATENTAMENTE O APÓSTOLO E SUMO SACERDOTE DA NOSSA CONFISSÃO, JESUS (Hebreus 3:1).

Pr. Mario Tsuyoshi Yamakami

Comunidade Bíblica Regenerada   –   Cristo vive em nós

Maringá, Novembro de 2013.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s