MULHERES MÁS – PARTE 02

images4 – Mulher de Jó. Como ela se chamava? Ninguém sabe! Uma coisa intrigante é que o Livro de Jó fala da mulher deste apenas uma vez. O livro começa a relatar detalhadamente sobre Jó (Jó 1:1); porém, nada sobre sua mulher. No verso 2 fala dos filhos e mais uma vez, nada a respeito dela. Eles são uma família de doze e ela quase nem é citada. Porque a Bíblia praticamente omite a mulher de Jó? Muitas mulheres são citadas na Bíblia, tanto no Velho como no Novo Testamento. Biblicamente falando, Deus sempre fez menção delas. Também me pergunto por que Jó era tão atraente aos olhos de Deus e sua mulher não? O que leva uma mulher a ser tão omissa diante de Deus? Essa mulher parecia não levar Deus em conta. Quando Jó fazia holocaustos em favor dos filhos (v.5), não vemos sua mulher ao seu lado para interceder pelos seus. A Bíblia diz que Jó, apenas Jó, oferecia holocaustos continuamente. É possível um homem temer tanto a Deus e sua mulher não? Ela realmente não temia a Deus? Não O servia junto do marido? Vemos em Lucas 1:6 um casal que servia a Deus: “Ambos (Zacarias e Isabel) eram justos diante de Deus, vivendo irrepreensivelmente em todos os preceitos e mandamentos do Senhor”. No verso anterior, a mulher de Zacarias é citada nominalmente (v.5). Seria, porventura, porque ela temia a Deus? E a mulher de Jó? Preocupava-se em viver apenas para si, cercada de riquezas, servos e servas? Teria ela acostumada a uma vida onde tudo tem que girar ao redor dela? Quando as coisas de seu marido vão bem, ela até parece uma crente normal; mas quando as coisas vão mal, aí aparece sua verdadeira identidade. Mesmo em meio a tragédias vemos Jó bendizendo a Deus; ela porém, não! Onde está o temor de Deus nesta mulher? Quando as coisas pioraram e Jó estava totalmente desolado, ao invés de apoiá-lo e encorajá-lo, ela simplesmente ficou irritada com a atitude correta do marido perante Deus. A integridade de Jó a incomodava. A fé e o temor de Jó era um absurdo para ela. Tanto que chegou a pedir ao marido para amaldiçoar Deus. Ela colocou toda a culpa da ruína sobre Deus. Nos tempos de calamidade é que nossa fé e amor para com Deus são provados. Nos momentos de dificuldades é que provamos se amamos ou não a Deus. Quando passamos por tribulações Deus revela o que realmente está em nosso coração. Foi assim com o povo de Israel no deserto (Deuteronômio 8:2) . Precisamos continuar crendo e amando mais ainda o Senhor quando passamos pelo deserto.

Até mesmo Jó percebeu que sua mulher estava louca. Ele disse para ela que o falar dela era de uma doida. Alguém sem juízo, sem temor, que fala palavras torpes, palavras que destroem vidas. Efésios 4:29 – “Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe, e sim unicamente a que for boa para edificação, conforme a necessidade, e, assim, transmita graça aos que ouvem”. A mulher má destrói; não tem visão de edificação. Ela fala palavras torpes. Com a língua e as mãos destroem o próprio lar. Provérbios 14:1 – “A mulher sábia edifica a sua casa, mas a insensata, com as próprias mãos, a derriba”. As palavras de uma mulher má tem veneno e destroem vidas. As palavras revelam o coração da pessoa. Em Mateus 12:34 o Senhor Jesus disse: “Porque a boca fala do que está cheio o coração”. Por isso precisamos ter um novo coração regenerado, a fim de que não falemos palavras torpes aos que estão à nossa volta. A mulher de Jó, além de pedir ao marido para amaldiçoar a Deus, falou também para ele se matar. Palavras de morte! A mulher má diz palavras de morte. Provérbios 18:21 – “A morte e a vida estão no poder da língua; o que bem a utiliza come do seu fruto”. É um absurdo; porém isto pode acontecer com mulheres más. Mulheres más são capazes de pedir ao marido que se mate. Jó 2:9 – “Então, sua mulher lhe disse: Ainda conservas a tua integridade? Amaldiçoa a Deus e morre”. Esta é a primeira e única citação bíblica sobre a mulher de Jó. Uma única referência; porém carregada de maldição. Mulher má vive em maldição e vive para amaldiçoar. Amaldiçoar a Deus? Que loucura! Será que ela não conhecia as Escrituras? Não se importava com a Palavra do Senhor? Levítico 24:15-16 – “Dirás aos filhos de Israel: Qualquer que amaldiçoar o seu Deus levará sobre si o seu pecado. Aquele que blasfemar o nome do Senhor será morto; toda a congregação o apedrejará; tanto o estrangeiro como o natural, blasfemando o nome do Senhor, será morto”. O judeu comum tinha muito temor pelo nome do Senhor. Ao ler as Escrituras, quando aparecia o nome “Jeová”, tinha total reverência. Mas a mulher de Jó parecia não se importar com o nome de Deus, com a Pessoa de Deus. Mulheres más não se importaram com Deus! No final do livro, vemos Deus mudando a sorte de Jó. Na conclusão do livro (42:10-16), encontramos mais uma vez Deus falando de Jó e seus filhos; mas nada da mulher. Até o nome das filhas é citado aqui. O livro termina falando deste homem íntegro e temente a Deus; mas de sua mulher má não há nenhuma descrição. Mesmo sofrendo a má influência da mulher, este homem continuou fiel a Deus. Não importa se recebemos más influências; precisamos continuar em Cristo até o fim. Tiago 5:11 fala de Jó e usa-o para nos exortar a fim de que continuemos crendo e esperando em Deus em meio a tormentas: “Eis que temos por felizes os que perseveraram firmes. Tendes ouvido da paciência de Jó e vistes que fim o Senhor lhe deu; porque o Senhor é cheio de terna misericórdia e compassivo”.

Apesar de estarmos estudando sobre as mulheres más da Bíblia, isto não isenta os homens; pois Deus não faz acepção de pessoas. Os homens maus falam palavras torpes, palavras de morte e destruição. São homens que não temem a Deus, que desprezam o Senhor e Sua Palavra. Certamente levarão uma vida desgraçada e sofrerão no tormento eterno. Com Deus não se brinca! Hebreus 12:29 – “porque o nosso Deus é fogo consumidor”. Ele nos sonda e nos conhece! Temamo-Lo! Que não haja homens maus e mulheres más, pessoas impuras e profanas no nosso meio, como foi Esaú: “nem haja algum impuro ou profano, como foi Esaú, o qual, por um repasto, vendeu o seu direito de primogenitura” (Hebreus 12:16).

Sejamos íntegros, retos, tementes a Deus e saibamos desviar do mal como Jó (Jó 1:1). Homens maus e mulheres más não agradam a Deus; mas os regenerados que vivem em Cristo, com Cristo e para Cristo, certamente agradam ao Pai. Hebreus 13:20-21 – “Ora, o Deus da paz, que tornou a trazer dentre os mortos a Jesus, nosso Senhor, o grande Pastor das ovelhas, pelo sangue da eterna aliança, vos aperfeiçoe em todo o bem, para cumprirdes a sua vontade, operando em vós o que é agradável diante dele, por Jesus Cristo, a quem seja a glória para todo o sempre. Amém!”.

 

Pr. Mario Tsuyoshi Yamakami

Comunidade Bíblica Regenerada   –   Cristo vive em nós

Maringá, Janeiro de 2014.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s