SEMPRE SEDENTO

João 4:14 – “Aquele, porém, que beber da água que eu lhe der nunca mais terá sede; pelo contrário, a água que eu lhe der será nele uma fonte a jorrar para a vida eterna”.

sedentoO Senhor viu sede nesta mulher! Muita sede! Ela estava em busca de satisfação de sua sede e tentara de todas as maneiras mas, sem sucesso. A mulher samaritana representa a raça humana que, constantemente, busca dessedentar a sede da alma. Em todas as eras, em todas as raças e culturas, desde muito cedo, o homem procura, à sua maneira, dessedentar sua alma. São inúmeras tentativas, em diversas áreas; porém, nenhuma delas pode realmente satisfazer a alma humana. Agostinho, quando jovem, deixou a igreja e foi procurar satisfação no mundo. Com todas as suas forças procurou dessedentar sua alma faminta com os prazeres que o mundo oferece. Pecados e mais pecados; jamais puderam satisfaze-lo. Cansado desta vida; voltou-se para Deus em sincera devoção. Foi quando realmente, em Cristo, encontrou repouso e satisfação. Ele teve a experiência de encontrar somente em Cristo o que a sua alma buscara por anos e anos. Dizia: “somente em Deus a minha alma encontra descanso”.

Todos, como a mulher samaritana e Agostinho, temos sede na alma. Quando, em um feriado prolongado, não vamos a lugar nenhum, sentimos tédio dentro de casa. Na realidade, é a sede da alma. Quando, no final de semana, procuramos agendar programas com os nossos amigos, na realidade, é apenas uma tentativa de matar a sede da alma. O futebol nada mais é do que uma maneira de tentar resolver a sede da alma do “boleiro”. Os shoppings, os cinemas, o facebook e demais coisas são meios de tentar satisfazer a alma sedenta. Ir ao culto no final de semana também é uma maneira de tentarmos acabar com a sede da alma. A mulher samaritana tentou resolver seu problema com o casamento e, após seis tentativas, ainda não havia encontrado a tão grande fonte que dessedenta a alma humana.

A grande maioria busca realização profissional, pessoal e financeira. Eles acreditam que estas coisas irão, de fato, satisfazê-los. Muitos ricos sofrem depressão e solidão. Nem mesmo as muitas festas, viagens e compras puderam satisfazê-los. Em todos os lugares encontramos pessoas sedentas. Os jovens, não sabendo ao certo onde encontrar a água da vida, procuram nas drogas e prostituição. É tão óbvio que jamais conseguirão encontrar a água da vida nestas coisas ilícitas. Nada neste mundo vai nos satisfazer completa e eternamente. Nem mesmo a igreja ou orações ou o estudo da bíblia. Só o Senhor Jesus poderá e isto de forma temporal, pois a sede deve existir para que continuemos buscando constantemente o Senhor. Fomos criados para ter sede.  A sede faz parte da nossa vida. Ela é imprescindível; não se consegue tirá-la de nós. Precisamos entender que a sede é um mecanismo que nos leva sempre a buscar satisfação em Deus. É preciso ter sede para poder sempre buscar Deus. Não pode ser de outro modo; do contrário, seríamos pessoas independentes, auto suficientes e até soberbas. A sede é uma dádiva de Deus para nós. Não sei quem foi que escreveu esta frase, mas é válida para a nossa meditação: “o segredo de nunca ter sede é ter sede sempre”. A princípio, ela vai contra o nosso impulso natural, pois todos desejamos não ter sede jamais. Na realidade, desejamos não ter necessidades em nossa vida. O homem natural pensa desta forma. No fundo, ele quer ser como Deus, todo auto suficiente e independente. Na verdade, vivemos sempre desejando e trabalhando para que assim seja. O segredo não é encontrar a solução definitiva; é aprender que estas necessidades constantes são dádivas de Deus para que estejamos sempre buscando-O. Somente aqueles que buscam a Deus devido a sede de sua alma cansada, é que ficam satisfeitos. Essa satisfação, no entanto, não é definitiva. Ela é satisfeita no momento em que buscamos a Deus e logo, ela está presente novamente. Deus fez assim para nos ter sempre diante Dele, com Ele. Essa sede de Deus jamais deve acabar; sempre devemos busca-Lo. Somente assim viveremos em total dependência de Deus. Quanto mais dependemos e buscamos a Deus, mais satisfeitos seremos. John Piper diz que em Deus está nossa plena satisfação. Em uma certa manhã, este homem orando a Deus, pediu para que sua alma fosse restaurada. Ao ler o texto bíblico acima descrito, perguntou a Deus o que Ele queria dizer com as palavras: “Aquele, porém, que beber da água que eu lhe der nunca mais terá sede; ”. Esse pastor dizia a Deus naquela manhã que realmente se sentia sedento. Ele havia lido sobre homens santos do passado que confessavam sua sede de Deus; de tantos outros que vem aconselhar-se com muita sede de Deus. Vejamos alguns homens de Deus que sentiram sede. Salmo 42:1-2 – “Como suspira a corça pelas correntes das águas, assim, por ti, ó Deus, suspira a minha alma. A minha alma tem sede de Deus, do Deus vivo; quando irei e me verei perante a face de Deus? ”. No Salmo 63:1 o rei Davi também expressa sua sede de Deus. PORQUE TEMOS TANTA SEDE? Talvez esta seja a sua pergunta também. No entanto, esta não deve ser a principal pergunta. A pergunta certa que devemos fazer para Deus é: PARA QUE TEMOS SEDE? Deus nos criou como uma criatura que tem sede e, certamente, Ele tem um belo propósito com isso. Precisamos entender a razão da sede da nossa alma e não ficar o tempo todo tentando satisfazer-nos à nossa maneira.

John Piper, naquela manhã falou ao Senhor: Tu dizes que aquele que beber de Tua água NUNCA MAIS TERÁ SEDE. Senhor, será que não temos bebido de tua água? Por acaso a Tua Palavra está equivocada? Afinal, o que Tu queres que eu saiba? Naquela mesma manhã, o Senhor mostrou a esse cristão sincero, que tinha sede de Deus, a resposta para a sua pergunta. A resposta estava na segunda metade do versículo 14 – “… pelo contrário, a água que eu lhe der será nele uma fonte a jorrar para a vida eterna”. Deus abrira os olhos deste servo mostrando que, se simplesmente Ele suprisse para sempre a sede do homem, certamente o homem não O buscaria mais. Isso seria pura perda para o homem. Quando buscamos a Deus devido a sede, encontramos em Deus tudo o mais de que necessitamos; além, claro, da nossa satisfação momentânea da sede. Quando não sentimos sede, fatalmente deixamos de buscar a maravilhosa presença de Deus. Eis porque precisamos sempre ter sede de Deus, precisamos sempre busca-Lo. A presença de Deus é uma fonte. A fonte realmente pode satisfazer ao sedento que vai até ela e dela bebe. Quão maravilhosa é a fonte que nos dessedenta. Em João 7:37 vemos: – “No último dia, o grande dia da festa, levantou-se Jesus e exclamou: Se alguém tem sede, venha a mim e beba. Quem crer em mim, como diz a Escritura, do seu interior fluirão rios de água viva”. O Espírito de Deus em nós é a fonte eterna que nos satisfaz. Aquele que vai ao Senhor e Nele crê recebe esta maravilhosa fonte. Aquele que nasceu de Deus e tem a vida do Filho, tem a fonte eterna. A fonte está para nos dessedentar. A Bíblia não fala que ela por si só dessedenta o cristão. Já imaginou um pouco da fonte saindo e caindo na boca de cada cristão? É muita moleza não? Folgadinho não? Não pensa que será assim, pois o Senhor diz: “Se alguém tem sede, venha a mim e beba”. De que adianta ter uma fonte e ficar só contemplando-a? Vai morrer cabeção! Precisamos beber de Jesus, viver Jesus, ter a sua vida se manifestando em nós pelo nosso morrer diário. A cruz possibilita-nos beber de Jesus a cada momento. Temos nossa parte de responsabilidade para a satisfação da sede. Deus não deseja crentes folgados, auto suficientes, independentes. Indo à Ele temos muito mais além da satisfação da nossa alma. Temos a alegria da comunhão e o transformar-nos à sua imagem pela contemplação Dele. Temos o cuidado e a proteção Dele. Ao busca-Lo, temos o seu pastoreio, não é lindo? A fonte já nos foi dada e sempre que tivermos sede, temos livre acesso para nos satisfazermos. Precisamos entender que foi assim que Deus fez e é assim que funciona. Por isso, aprendamos a buscar a Deus sempre, incessantemente, ininterruptamente. Ele diz: “Buscai-me e vivei” (Amós 5:4). Todas as vezes que O buscamos, Ele tem prazer em nos suprir. Então, Ele próprio permite que o mais breve possível tenhamos mais sede ainda; só para busca -Lo novamente. Nossa vida, portanto, consiste em ter sede a fim de busca-lo, novamente ter sede a fim de busca-lo e assim por diante. Isto é maravilhoso, pois não há nada melhor do que estar com Ele. Busca-lo e estar com Ele é o melhor da nossa vida. Bendita sede! Quão bom é ter necessidades e muita sede na nossa alma. Que esta sede nos leve sempre à fonte eterna: JESUS CRISTO! Somente a revelação de Jesus Cristo poderá nos satisfazer, pois só Ele é nossa bendita fonte. A graça de Deus traz sede a fim de irmos para Jesus para sermos dessedentados. Isso vai continuar e isso deve continuar da nossa parte. Jamais devemos parar de buscar a Deus, jamais! Mateus 6:33 – “buscai, pois, em primeiro lugar, o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas”. Aquele que tem sede, venha a Jesus e continue vindo, até aquele dia em que estaremos com Ele, Nele e para Ele para todo o sempre. Jamais nos esqueçamos que a sede de Deus é uma bênção. Diariamente devemos ir à Jesus e beber Dele. A sede é uma graça de Deus para nós. A sede nos leva para Deus e, Deus, em seu Filho, supre cada uma das nossas necessidades: Filipenses 4:19 – “E o meu Deus, segundo a sua riqueza em glória, há de suprir, em Cristo Jesus, cada uma de vossas necessidades”.

Precisamos aprender a ir à Jesus não pela nossa sede, mas pela Sua própria Pessoa. Aquele que aprendeu a ir à Jesus por causa Dele, jamais terá sede; pois beberá Dele sempre. Esse aprendeu que a sede é apenas um pequeno mecanismo que nos impulsiona para Jesus Cristo.

Apocalipse 21:6 – “Disse-me ainda: Tudo está feito. Eu sou o Alfa e o Ômega, o Princípio e o Fim. Eu, a quem tem sede, darei de graça da fonte da água da vida”.

Apocalipse 22:17 – “O Espírito e a noiva dizem: Vem! Aquele que ouve, diga: Vem! Aquele que tem sede venha, e quem quiser receba de graça a água da vida”.

ESTA MENSAGEM É APENAS PARA OS SEDENTOS.

Pr. Mario Tsuyoshi Yamakami

Comunidade Bíblica Regenerada   –   Cristo vive em nós

Maringá, Maio de 2014.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s