OLHANDO FIRMEMENTE PARA JESUS

Isaías 45:22 – Olhai para mim e sede salvos, vós, todos os limites da terra; porque eu sou Deus, e não há outro”.

Hebreus 12:2 – olhando firmemente para o Autor e Consumador da fé, Jesus, o qual, em troca da alegria que lhe estava proposta, suportou a cruz, não fazendo caso da ignomínia, e está assentado à destra do trono de Deus”.

firmemente_jesusA ciência está se multiplicando nestes últimos dias e tem atraído os nossos olhares para coisas que não são essenciais. Creio que a razão de tanta atração tem como escopo desviar nossos olhos do Único Deus e Salvador. A miopia espiritual está generalizada; por isso, precisamos orar como o apóstolo, suplicando ao Pai que nos “ilumine os olhos do coração” (Efésios 1:18). Nossa vida depende do nosso olhar. Mateus 6:22-23 – “São os olhos a lâmpada do corpo. Se os teus olhos forem bons, todo o teu corpo será luminoso; se, porém, os teus olhos forem maus, todo o teu corpo estará em trevas. Portanto, caso a luz que em ti há sejam trevas, que grandes trevas serão!”. Como estão os nossos olhos hoje? Nestes dias, a Copa do Mundo está atraindo os olhares do mundo todo. Em todos os lugares, as pessoas só ouvem falar dos jogos da Copa do Mundo. O futebol está enchendo o coração; por isso, só se fala em futebol. Quando a Copa terminar, os corações estarão famintos, vazios e tristes. Somente aqueles que aprenderam a OLHAR para Deus estarão satisfeitos e seguros.

Mas, que tipo de olhar temos tido? Vamos aos cultos nos finais de semana e, será o suficiente? A Bíblia fala de um olhar mais profundo, mais atento para com Jesus Cristo nosso Senhor. Precisamos aprender a olhar para o nosso amado Senhor com o olhar correto. Muitos estão com um olhar disperso, distante e frio em relação à Jesus Cristo. Hebreus 12:2 diz para olharmos atentamente!

Vejamos na Bíblia, alguns olhares. Atos 1:9-11 – “Dita estas palavras, foi Jesus elevado às alturas, à vista deles, e uma nuvem o encobriu dos seus olhos. E, estando eles com os “olhos fitos” no céu, enquanto Jesus subia, eis que dois varões vestidos de branco se puseram ao lado deles e lhes disseram: Varões galileus, porque estais olhando para as alturas? Esse Jesus que dentre vós foi assunto ao céu virá do modo como o vistes subir”. Os discípulos olhavam compenetradamente o Senhor subindo entre as nuvens. O olhar deles estava tão firmemente Nele que nem perceberam a presença dos anjos. Mesmo o Senhor tendo desaparecido entre as nuvens, eles continuaram com os olhos fitos no céu. Havia um só olhar, um olhar fixo para uma só Pessoa. Havia uma só razão para este olhar: JESUS CRISTO, O REI DA GLÓRIA! Os anjos até tiveram que intervir a fim de que eles pudessem tirar os olhos Daquele que já não estava entre eles. Só então, eles puderam voltar à Jerusalém. A igreja do Senhor precisa estar com este “olhar fixo” em Jesus Cristo, até a Sua volta. Creio que, em Sua volta, todos terão esse olhar fixo. Apocalipse 1:7 – “Eis que vem com a nuvem, e todo olho o verá, até quantos o traspassaram. E todas as tribos da terra se lamentarão sobre ele. Certamente. Amém!”. Neste dia, como será o seu olhar?

Vemos Estevão olhando para o seu amado Senhor em seus últimos momentos aqui. Atos 7:55-56 – “Mas Estevão, cheio do Espírito Santo, “fitou os olhos” no céu e viu a glória de Deus e Jesus, que estava à sua direita, e disse: Eis que vejo os céus abertos e o Filho do Homem, em pé à destra de Deus”. Creio que não há privilégio maior a um homem. Ver o Senhor, isto sim é magnífico! Apenas aqueles que aprendem a OLHAR FIRMEMENTE podem ver o Rei da Glória. Esse é o olhar dos servos de Deus. Esse olhar transformou completamente a vida dos homens de Deus. Um homem que olha deste modo e vê o Senhor Jesus, nunca mais será o mesmo. Tudo mudou na vida do profeta Isaías após ver o Senhor. Isaías 6:1 – “No ano da morte do rei Uzias, eu vi o Senhor assentado sobre um alto e sublime trono, e as abas de suas vestes enchiam o templo”. Após a visão do Senhor, o profeta, mais do que depressa, se viu em apuros. Verso cinco: “Então, disse eu: ai de mim! Estou perdido! Porque sou homem de lábios impuros, habito no meio de um povo de impuros lábios, e os meus olhos viram o Rei, o Senhor dos Exércitos”. A visão do Senhor trouxe a visão de sua própria podridão. Assim começa a salvação. Deus nos faz ver o quão pecador e perdido somos. Em seguida, faz a purificação dos pecados. Esta é a obra da salvação. Isaías 6:6-7 – “Então, um dos serafins voou para mim, trazendo na mão uma brasa viva, que tirara do altar com uma tenaz; com a brasa tocou a minha boca e disse: Eis que ela tocou os teus lábios; a tua iniquidade foi tirada, e perdoado, o teu pecado”. Aqui está a obra da cruz. Deus nos purifica através da nossa inclusão na morte e ressurreição de Cristo. Na cruz, o sangue de Jesus lava-nos completamente de nossa iniquidade. Após a purificação, o profeta ouviu a voz do Senhor, se dispôs e foi enviado pelo Senhor. Agora era um novo homem, com uma nova visão e um novo ministério. Ver Jesus Cristo transforma por completo o homem.

Outro homem transformado pela visão da cruz de Cristo foi Moisés. Hebreus 11:24-27 – “Pela fé, Moisés, quando já homem feito, recusou ser chamado filho da filha de Faraó, preferindo ser maltratado junto com o povo de Deus a usufruir prazeres transitórios do pecado; porquanto considerou o opróbrio de Cristo por maiores riquezas do que os tesouros do Egito, não ficando amedrontado com a cólera do rei; antes, permaneceu firme como quem vê aquele que é invisível”. Moisés viu que a cruz de Cristo valia mais do que as riquezas, glórias e poder do Egito. Deus concedeu graciosamente à Moisés a visão da vergonha da cruz de Cristo. Ele entendeu que a verdadeira riqueza estava na cruz. Nada neste mundo poderia comparar com a riqueza da cruz de Cristo. Que visão extraordinária! As circunstâncias medonhas e difíceis não foram capazes de fazer este homem desistir do seu galardão que estava em Cristo. Ele fugiu para o deserto de Midiã e lá permaneceu quarenta anos cuidando do rebanho de seu sogro. Ele não se arrependeu de nada e permaneceu firme porque ele tinha uma visão. Seus olhos estavam fitos Naquele que é Invisível. Moisés via Aquele que é Invisível. Isto sim é visão! Você consegue ver o Invisível? I Timóteo 1:17 – “Assim, ao Rei eterno, imortal, invisível, Deus único, honra e glória pelos séculos dos séculos. Amém!”. A visão do Cristo crucificado mudou completamente a vida de Moisés.

A visão do Cristo ressurreto mudou completamente a vida de Saulo de Tarso. Este fariseu implacável foi transformado no incrível apóstolo dos gentios. Atos 9:3-5 – “Seguindo ele estrada fora, ao aproximar-se de Damasco, subitamente uma luz do céu brilhou ao seu redor, e, caindo por terra, ouviu uma voz que lhe dizia: Saulo, Saulo, por que me persegues? Ele perguntou: Quem és tu, Senhor? E a resposta foi: Eu sou Jesus, a quem tu persegues;”. Conhecer o Cristo vivo transforma qualquer pecador. Se fosse feita uma única pergunta a todos os servos de Deus: Qual o fato mais marcante de sua vida? A resposta deles certamente seria: Foi ter conhecido Jesus Cristo, meu Senhor. Estou convencido que há algo maravilhoso em conhecer Jesus Cristo. Creio firmemente que a maior honra e alegria que uma pessoa pode ter é o fato de conhecer Jesus Cristo. Os magos queriam a qualquer custo conhecer o menino Jesus e quando o viram, se alegraram com grande e intenso júbilo (Mateus 2:10-12). Simeão, ao tomar o menino Jesus em seus braços, se deu por satisfeito a ponto de dizer a Deus que poderia levá-lo. Lucas 2:29-30 – “Agora, Senhor, podes despedir em paz o teu servo, segundo a tua palavra; porque os meus olhos já viram a tua salvação,”. Ver Jesus Cristo, nossa salvação é o que nos basta! Os gregos vieram de longe e rogaram: “Queremos ver Jesus” (João 12:20-21).

Há muitas maneiras de se ver. Pode ser uma vista superficial, rápida, fria, indiferente, alegre, esperançosa, amorosa, odiosa e etc. Como deve ser nosso olhar para com o nosso querido Salvador? Vejamos como a Bíblia nos ensina.

Há uma palavra no grego que aparece apenas duas vezes: “apoblepein”. O verbo = “blepein”, em seu significado simples, quer dizer = “olhar” ou “ver”. Seu prefixo = “apo” significa “fora de”. Traduzindo esta palavra seria: “desviar o olhar de tudo a fim de fixá-lo em uma só coisa”. É como: “negligenciar tudo a fim de concentrar numa só coisa”. Lembro-me do meu casamento. Sei apenas que conversava com alguém até que a noiva entrou. De imediato, deixei a pessoa de lado, nem me lembro quem era e, fixei os olhos somente nela. Não me lembro sequer de como o meu sogro estava. Fiquei tão maravilhado com a beleza dela que, em minha memória, só existe ela, ninguém mais. Troquei todos os meus olhares para poder fixar somente em minha linda noiva. Esta palavra aparece em Hebreus 11:26 referindo-se à Moisés quando deixou toda a glória do Egito para receber seu galardão celestial. Ele desviou os olhos das riquezas, glória e poder do Egito, o maior império da época, para contemplar o opróbrio de Cristo ou a vergonha da cruz. No Cristo crucificado, Moisés viu seu galardão. A cruz de Cristo vale mais do que todas as riquezas e glórias deste mundo. Moisés tirou os olhos deste mundo para fixá-los somente em Jesus Cristo, o crucificado. Mesmo por longos anos no deserto de Midiã, seus olhos estavam postos Naquele que é invisível, mas real. Diz o escritor de Hebreus que ele “permaneceu firme como quem vê aquele que é invisível”. Moisés nos ensina que nenhuma glória deste mundo é comparável ao Rei da Glória. Ele aprendeu a tirar os olhos de tudo e de todos a fim de olhar unicamente para o Cristo crucificado.

Há uma outra palavra no grego, sinônima da acima citada. É a palavra “aphoran“. Esta palavra aparece somente uma vez no Novo Testamento, em Hebreus 12:2 = “olhando firmemente para”. O sentido seria: “tendo o olhar somente para Jesus”. A ideia aqui é = “retirar nosso olhar de todas as outras pessoas a fim de olhar fixamente para Jesus somente”.

Vamos estudar um pouco mais sobre estas palavras no grego. “Apoblepein” também pode ser usado como = “maravilhar-se”, “ficar estupefato” diante de tal visão. É um olhar que está totalmente cativado. A pessoa fica como que magnetizada. Como quando o general retorna triunfante e desfila diante de seu povo. Todos olham para o seu herói com um olhar de gratidão e admiração. Também expressa um olhar sério e comprometido; sim, assim é o olhar de “apoblepein”.

O outro verbo, isto é, “aphoran”, era usado na mitologia grega ao descrever Hércules olhando para Zeus em tudo que fazia. Hércules queria estar em completa submissão e agrado a Zeus, seu pai, por isso, fitava-o constantemente. Quando lemos o evangelho de João, essa idéia também aparece quando o Filho está sempre querendo agradar o Pai. Jesus estava o tempo todo orando e obedecendo o Pai. João 12:50 – “… As coisas, pois, que eu falo, como o Pai mo tem dito, assim falo”. João 8:29b – “…, porque eu faço sempre o que lhe agrada”. O Senhor deixou exemplo para que também olhemos firmemente para o Pai. Nosso olhar deve ser um olhar cheio de amor, um olhar de alguém apaixonado e maravilhado. Olhar para Jesus com o olhar de uma noiva totalmente enamorada.

Aphoran e apoblepein descrevem o olhar da alma que = “se perde em admiração, em amor e em louvor”.

Há uma terceira palavra no grego, também semelhante as que foram citadas. “Atenizein”, que significa = “olhar atentamente para”. Existe concentração neste olhar. Vemos em Lucas 4:20 quando, em uma sinagoga, o Senhor acabara de ler o profeta Isaías. Enquanto fechava o livro para começar sua preleção, todos olhavam para Ele. Havia um silêncio, uma concentração por parte de todos. Todos os olhares se voltaram para Jesus. “Tendo fechado o livro, devolveu-o ao assistente e sentou-se; e todos na sinagoga tinham os olhos fitos nele”. Sejamos assim também, sempre atentos à Jesus Cristo, nosso Senhor. Que falemos como o pequeno Samuel: “Fala Senhor, que o teu servo ouve”. Atentemos para as palavras do Senhor Jesus, concentremo-nos Nele. Que os nossos olhos estejam fitos Nele.

A palavra “atenizein” expressa um olhar de assombro e de espanto; um olhar de observação que leva ao reconhecimento, um olhar de maravilha, de expectativa e de esperança. Os pais da igreja, no primeiro século, conclamavam os cristãos a olharem firmemente = atenizein, para o céu a fim de tirar os olhos deste mundo tentador e hostil. Também diziam que o cristão deve olhar firmemente para o Pai a fim de não esquecer de Seu imenso amor através da morte de seu Filho. Os líderes do primeiro século diziam para olharem firmemente para o Cristo crucificado, para o sangue de Jesus ali derramado, a fim de não esquecer o quão caro foi o pagamento do Pai pelos nossos pecados. Precisamos olhar firmemente para Jesus Cristo a fim de tirar nossos olhos deste mundo vil e sedutor.

OLHANDO “FIRMEMENTE” PARA JESUS

Pr. Mario Tsuyoshi Yamakami

Comunidade Bíblica Regenerada   –   Cristo vive em nós

Maringá, Julho de 2014.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s