O NÃO MISTERIOSO NOVO NASCIMENTO

não_nascimentoO Senhor Jesus fala com tanta naturalidade e simplicidade sobre o novo nascimento para Nicodemos. Porém, para este, tudo era um mistério. E, para aumentar o mistério do misterioso novo nascimento, o Senhor usa o mistério do vento para explicar ao confuso Nicodemos. E o que já era um mistério, fica mais misterioso ainda. A verdade é que não tem como explicar matematicamente o mistério do vento; porém, não é necessário desvendar tal mistério. Basta crer que ele existe, ele está presente, ele toca em nós, podemos ver suas manifestações em todos os lugares. O novo nascimento é misterioso como o vento; porém, é possível recebê-lo como algo sem mistério. De fato existe um pouco de mistério no novo nascimento pelo fato de ser o Invisível e Real Espírito Santo que efetua este tremendo milagre. Na Bíblia, o Espírito Santo é descrito como pomba, vento e línguas de fogo. Pode-se ouvi-Lo; porém não dá para ver ou tocar. De certa forma, Ele é misterioso aos nossos olhos.

De modo invisível, o Espírito efetua o novo nascimento em nosso interior. É um ato divino e misterioso, mas cheio de mudanças e provas concretas. Por isso dizemos que o novo nascimento é e também, não é, um mistério. Assim como se percebe o vento quando balança a minha linda, comprida e farta cabeleira, assim também percebe-se que a pessoa é nova nascida quando reage de modo santo, manso e humilde, como Cristo. Embora a regeneração seja invisível, podemos ver as visíveis manifestações dos frutos pacíficos na vida do regenerado. Por exemplo, antes da regeneração, a pessoa vivia fugindo de Deus. Sua vida consistia em buscar os prazeres do mundo e da carne. Mas, depois da regeneração, buscar e amar a Deus se tornou o seu prazer. Agora, nenhuma balada é tão prazerosa como a comunhão com Jesus. Não há mais necessidade de tomar vodca com refrigerante e nem de ficar vendo meninas quase peladas pela internet. Algo lá dentro, no coração, mudou por completo. Seus desejos, seus interesses, suas prioridades, tudo mudou radicalmente. Ninguém viu quando, como, ou onde a regeneração ocorreu; porém, todos podem ver a transformação da pessoa. Se alguém disser que você precisa ter uma visão, uma experiência emocionante para nascer de novo; então, você manda ele plantar batata. O novo nascido alegremente troca o trabalho, o dinheiro, as festas, os amigos, os parentes, só para adorar o Rei Jesus. A Adriana disse alguns dias atrás: “chega de perder o tempo de comunhão e adoração. Estou indo à Curitiba hoje só para não estar ausente no próximo culto. Voltarei no sábado para estar com os irmãos em adoração. Tenho parentes lá em Curitiba, posso até ficar; porém, prefiro estar com Cristo”. Até a pouco tempo, ela vivia falando de viajar para Arapongas, de visitar parentes e vivia faltando aos cultos. Agora ela está mais centrada, mais mansa, mais humilde e mais adoradora. Quem a conheceu pode comprovar a mudança. Quando éramos crentes sem o novo nascimento, qualquer coisa deste mundo nos atraia a ponto de deixar o Senhor em segundo plano. Quando nascemos de novo, recebemos um coração que tem prazer em buscar a Deus. Jeremias 24:7 – “Dar-lhes-ei coração para que me conheçam que eu sou o Senhor; eles serão o meu povo, e eu serei o seu Deus; porque se voltarão para mim de todo o seu coração”. Buscar, amar e adorar a Deus é um prazer para o novo nascido.

Outra prova de mudança no regenerado é que agora a Palavra de Deus é seu prazer. Antes esquecia de ler a Bíblia, quando lia, lia com preguiça e desatenção. Às vezes nem achava a Bíblia para ir ao culto. Agora, ela é a sua companheira inseparável. Salmo 1:2 – “Antes, o seu prazer está na lei do Senhor, e na sua lei medita de dia e de noite”. Salmo 119:97 – “Quanto amo a tua lei! É a minha meditação, todo o dia!”. São versículos que testemunham a mudança em relação à Palavra de Deus. Atentar e guardar a Palavra de Deus faz parte da vida do regenerado. Ezequiel 11:19-20 – “Dar-lhes-ei um só coração, espirito novo porei dentro deles; tirarei da sua carne o coração de pedra e lhes darei coração de carne; para que andem nos meus estatutos, e guardem os meus juízos, e os executem; eles serão o meu povo, e eu serei o seu Deus”. O regenerado tem a Bíblia como algo de extremo valor e importância.

O novo nascimento pode ser misterioso e invisível; porém, seus frutos são reais, concretos e visíveis. Ele acaba com o mistério do misterioso religioso, pois ele próprio se torna uma testemunha viva desta transformação. O aparente misterioso novo nascimento acaba com o mistério do novo nascimento, pois ele é tão simples; como o próprio Senhor explicou à Nicodemos.

João 3:14-15 – “E do modo por que Moisés levantou a serpente no deserto, assim importa que o Filho do Homem seja levantado, para que todo o que nele crê tenha a vida eterna”. A serpente que Deus mandou Moisés levantar no deserto foi um antítipo do Cristo crucificado. O povo morria devido ao pecado lá no deserto e, nada podiam fazer para que pudessem salvar a si mesmos. Humanamente falando, não havia nenhuma possibilidade de salvação para o povo no deserto após terem sido picados pelas serpentes. Em agonia e desespero, um a um, ia morrendo em consequência do pecado.

Mas Deus, em Sua misericórdia e graça, ordenou à Moises que se fizesse uma serpente de bronze e a levantasse no meio do povo. Números 21:8-9 – “Disse o Senhor a Moisés: Faze uma serpente abrasadora, põe-na sobre uma haste, e será que todo mordido que a mirar viverá. Fez Moisés uma serpente de bronze e a pôs sobre uma haste; sendo alguém mordido por alguma serpente, se olhava para a de bronze, sarava”. Quanto à maneira de Deus salvar os pecadores que estavam perecendo foi tão simples como um olhar. Tudo que eles precisavam fazer era “mirar” a serpente de bronze. Sem sacrifício, sem ofertas, sem oração; sem mistério algum. Apenas mirar, ou apenas crer. Precisamos entender que esse “mirar” não era um olhar vazio, sem propósito e sem fé. Em Hebreus 12:2 a Bíblia fala de olhar firmemente para o Autor e Consumador da fé, Jesus. Vimos que esse olhar firme é um olhar que despreza tudo e todos a fim de fixar somente em Jesus. Quando o povo morria no deserto, havia desespero, a morte era eminente; por isso, o olhar era uma questão crucial. Eles olhavam em desespero, como se fosse a última chance, a última esperança. Nada mais importava, apenas a serpente de bronze. Eles se arrastavam para se aproximarem da serpente e faziam isto em desespero, em agonia, em extrema necessidade. Tudo dependia deste desesperado mirar. Assim deve ser o nosso olhar para o Cristo crucificado. Como um verme rastejante, em agonia, devido ao pecado que mata, devemos olhar para Jesus Cristo, o crucificado, como nossa única salvação. Um olhar de fé, de esperança, um crer desesperado pela salvação. Assim foi com aqueles que receberam o milagre do novo nascimento. Mirar demanda tempo, concentração, seriedade e entrega absoluta. Tem muitos dando tiro para todos os lados para ver se acertam em Cristo. Olham para a melhor igreja, para o melhor pastor, para a menina mais bonita, para o louvor mais animado. Em sua vida olham para os seus hobbys e prazeres da carne, buscam seus próprios interesses e no fim de semana, tentam olhar para o Cristo crucificado. Quanta diferença com aqueles que estavam em desespero total no deserto. Precisamos, hoje, entender que o pecado está em nós e que necessitamos desesperadamente do Cristo crucificado; do contrário, perecemos em nosso pecado. Precisamos crer que Jesus Cristo, o crucificado é a única salvação para os nossos pecados, para a nossa morte eterna. Muitos chegam até a acreditar, mas poucos são os que realmente creem. O que crê espera somente Nele, mira-O de todo o coração. Não há outro, não há nada além da cruz de Cristo. Eles creem verdadeiramente no Senhor. O Senhor disse aos fariseus que estavam ali contestando-O, provando-O e não haviam crido Nele. João 8:24 – “Por isso, eu vos disse que morrereis nos vossos pecados; porque, se não crerdes que EU SOU, morrereis nos vossos pecados”. O novo nascimento acontece ao que tem uma fé sólida em Cristo. I João 5:1 – “Todo aquele que crê que Jesus é o Cristo é nascido de Deus…”.

Esta NÃO misteriosa salvação no deserto foi uma ilustração do NÃO misterioso novo nascimento. Como a serpente de bronze que Moisés levantou no deserto; assim também o Filho do Homem foi levantado da terra. João 8:28 – “Disse-lhes, pois, Jesus: Quando levantardes o Filho do Homem, então, sabereis que EU SOU e que nada faço por mim mesmo; mas falo como o Pai me ensinou”.

Pouco mais adiante, o próprio Senhor disse que seria levantado da terra. Isto foi uma profecia sobre o gênero de morte que Ele teria. João 12:32-33 – “E eu, quando for levantado da terra, atrairei todos a mim mesmo. Isto dizia, significando de que gênero de morte estava para morrer”. O Senhor estava-se referindo à morte de cruz. Em poucos dias Ele seria crucificado. Em Suas palavras, no verso 32, há um segredo maravilhoso. Em Sua crucificação, Ele nos atrairia para Ele, a fim de que o nosso velho homem pudesse morrer com Ele. Não uma morte física, mas a morte do velho homem que habita em nós. Cristo se fez homem para que morresse como homem no lugar do homem. Mas Ele morreu também para que o velho homem, proveniente de Adão, morresse juntamente com Ele.

No deserto, a serpente que matava, foi levantada como símbolo de salvação. O pecado que mata foi representado por Jesus Cristo que se tornou pecado para nos salvar. II Coríntios 5:21 – “Aquele que não conheceu pecado, ele o fez pecado por nós; para que, nele, fôssemos feitos justiça de Deus”. Quando, em nosso pecado, miramos o Cristo crucificado e cremos que fomos crucificados e ressuscitados juntamente com Ele; então, o novo nascimento deixa de ser um mistério. Tudo muito simples, sem mistério algum para aquele que “mira” ou “crê” no Cristo crucificado.

Na realidade, o misterioso novo nascimento é:

O NÃO MISTERIOSO NOVO NASCIMENTO

Para mim já se tornou em: O TÃO MARAVILHOSO NOVO NASCIMENTO.

Pr. Mario Tsuyoshi Yamakami

Comunidade Bíblica Regenerada   –   Cristo vive em nós

Maringá, Setembro de 2014.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s