CONFISSÃO

prayMuitos relevam a importância da confissão de que Jesus Cristo é o Senhor. As Escrituras estão repletas de textos que afirmam que Jesus Cristo é o Senhor. A Palavra SENHOR é abundante em toda a Escritura. Ele tem toda a autoridade, tanto no céu como na Terra. Deus O fez Senhor e Cristo (Atos 2:36). Todos estarão perante Ele, de joelhos e, confessarão que Ele é o Senhor (Filipenses 2:10-11).

Porque os cristãos confessam tão pouco a Jesus como Senhor em nossos dias? Dificilmente encontramos alguém proclamando com alegria e convicção que Jesus Cristo é o Senhor. Raramente ouvimos uma pregação com o tema: JESUS CRISTO É O SENHOR. Até mesmo temos cantado tão pouco esta estupenda e maravilhosa verdade. Quantos cânticos temos que proclama o Senhorio de Cristo? Quando oramos e confessamos que Ele é o Senhor de nossa vida, negócios, família? Quantos pastores proclamam que só Jesus Cristo é o Senhor da igreja?

Vemos em João 12:42-43 que as autoridades não confessaram Jesus como Senhor e Cristo. “Contudo, muitos dentre as próprias autoridades creram nele, mas, por causa dos fariseus, não o confessavam, para não serem expulsos da sinagoga; porque amaram mais a glória dos homens que a glória de Deus”.

No tempo do Senhor Jesus, Roma dominava a Judeia toda. Para eles, havia um só senhor, um só “Kyrios” e este era o Imperador, o Cesar. Ninguém podia usar o termo Senhor, senão quando se referia ao Imperador romano. Todos acreditavam em um só senhor, o imperador. Os judeus estavam proibidos de dizer que havia mais de um senhor. Os líderes religiosos eram radicais e impiedosos com aqueles que confessavam Jesus como Senhor. De imediato, sem perdão, eram expulsos das sinagogas. Alguém que, ao se converter à Jesus e confessava-O como Senhor, certamente seria perseguido e morto. Nesta época, muitos cristãos foram perseguidos e mortos, inclusive alguns dos apóstolos.

Igualmente, não era fácil crer que Jesus Cristo era Senhor, pois nunca haviam ouvido falar que havia outro Senhor. De repente, aparece na Judeia alguém, um simples Mestre, sem pompa, sem roupas finas, andando como um simples servo. Pessoa mansa e humilde, amorosa e bondosa. Chamá-Lo de Senhor? Para os arrogantes fariseus, isto era o cúmulo. Se ao menos Ele fosse do tipo guerreiro, forte, líder de guerra. Mas, ao contrário, era humilde entre os pobres e necessitados. Como chamá-Lo de Senhor? Mas, aqueles a quem Deus chamou, confessavam com toda a convicção que Jesus era o Cristo, o enviado de Deus, o verdadeiro Profeta que devia vir ao mundo, o Salvador.

Na realidade, muitos creram Nele, mas nem todos O confessaram como Senhor. Havia um temor a esse respeito, pois a perseguição era ferrenha. Tudo levava a crer que era mais fácil e melhor amar a glória dos homens do que confessá-Lo como Senhor e Soberano. Amar a glória dos homens seria continuar no cargo confortável, ter a amizade e o respeito dos colegas, não ser perseguido, fazer parte da elite, estar seguro, estar confortável, permanecer na crista da onda. Confessar a Cristo como Senhor era perder tudo, prestígio, segurança, posição, amigos e ainda, seriam perseguidos e mortos. Não era fácil confessar Jesus como Senhor.

Em João 9, o Senhor cura um cego de nascença. Os fariseus, atrelados à Roma, guardiães da religião judaica, cegos e cheios de orgulho, foram interrogar o que fora cego. A esta altura, o cego nem mesmo conhecia o Senhor Jesus. Então foram interrogar o pai do cego, mas este, com medo, não respondeu. Simplesmente disse que o filho já tinha idade suficiente para responder por ele mesmo. Até mesmo os pais do cego, gente simples, tinham medo de serem expulsos da religião, da sinagoga. Mas o que fora cego, não teve medo, pois vira algo maior que a religião judaica, maior que Roma, maior que o Imperador. Alguém que, de fato, é o único Senhor, o Rei Eterno. O ex-cego foi expulso (João 9:34-35). O Senhor então vai ao seu encontro e se revela ao que agora podia ver. O Senhor pergunta ao homem se ele cria no Filho do Homem. O ex-cego, ao vê-Lo e conhecê-Lo, imediatamente O confessou: “Creio, Senhor; e o adorou” (João 9:38). Este homem confessou Jesus Como Senhor e Deus.

Outro que confessa que Jesus Cristo é Senhor e Deus foi o Tomé. João 20:28 – “Respondeu-lhe Tomé: Senhor meu e Deus meu!”.

Natanael também confessa: João 1:49 – “Então, exclamou Natanael: Mestre, tu és o Filho de Deus, tu és o Rei de Israel!”.

Você está disposto a confessar a Jesus Cristo como Senhor, ainda que isto custe o seu sucesso, a sua riqueza, a sua família, o seu casamento, o seu bem-estar neste mundo? Você estaria disposta a ficar sozinha, tendo uma vida de dependência de Deus por amor à Jesus ou se lançaria nos braços de um homem rico para ter segurança terrena? Você optaria por uma vida simples e honesta porque Jesus é o Senhor ou se deixaria levar pela mentira e suborno para conseguir realizar o seu sonho de ser rico?

Ao ver o evangelho, podemos encontrar muitos duvidando, negando e até praguejando. Outros indiferentes, mesmo tendo ouvido e visto o próprio Senhor. Aqueles que permanecem na surdina e acomodados não estariam, na prática, deixando de confessar a Jesus Cristo? O que as Escrituras nos ensina é que, ao conhecer o Senhor, devemos confessá-Lo, anunciá-Lo, proclamá-Lo.

Os profetas deram testemunho do Senhor. Atos 10:43 – “Dele todos os profetas dão testemunho de que, por meio de seu nome, todo aquele que nele crê recebe remissão de pecados”. Os apóstolos, os salmistas, o escritor do livro de Provérbios, o rei Salomão, enfim, todos testemunharam do Senhor Jesus. Ao longo dos séculos, muitos O confessaram. Vamos ver rapidamente apenas no evangelho de João.

João Batista confessou – João 1:29-30 – “No dia seguinte, viu João a Jesus, que vinha para ele, e disse: Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo! É este a favor de quem eu disse: após mim vem um varão que tem a primazia, porque já existia antes de mim”.

Os samaritanos confessaram – João 4:41-42 – “Muitos outros creram nele, por causa da sua palavra, e diziam à mulher: Já agora não é pelo que disseste que nós cremos; mas porque nós mesmos temos ouvido e sabemos que este é verdadeiramente o Salvador do mundo”.

Pedro confessou – João 6:68-69 – “Respondeu-lhe Simão Pedro: Senhor, para quem iremos? Tu tens as palavras da vida eterna; e nós temos crido e conhecido que tu és o Santo de Deus”.

Mateus 16:16 – “Respondendo Simão Pedro, disse: Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo”.

Marta confessou – João 11:27 – “Sim, Senhor, respondeu ela, eu tenho crido que tu és o Cristo, o Filho de Deus que devia vir ao mundo”.

O povo proclamou o Senhor quando entrava em Jerusalém. No entanto, alguns, tomados de inveja, pediram para o Senhor fazê-los calar. A resposta do Senhor foi que, se o povo parar de clamar, as próprias pedras clamarão (Lucas 19:37-40).

Muitos tem deixado de confessar o Senhor publicamente. Os verdadeiros cristãos, no entanto, o fazem com ousadia e alegria. I João 4:2-3 – “Nisto reconheceis o Espírito de Deus: todo espírito que confessa que Jesus Cristo veio em carne é de Deus; e todo espírito que não confessa a Jesus não procede de Deus; pelo contrário, este é o espírito do anticristo, a respeito do qual tendes ouvido que vem e, presentemente, já está no mundo”.

Estes verdadeiros cristãos que confessam Jesus neste mundo, serão confessados pelo próprio Senhor diante do Pai. Mateus 10:32-33 – “Portanto, todo aquele que me confessar diante dos homens, também eu o confessarei diante de meu Pai, que está nos céus; mas aquele que me negar diante dos homens, também eu o negarei diante de meu Pai, que está nos céus”.

Você tem confessado o Senhor Jesus diante da sua família, amigos, parentes e colegas?

Você é uma testemunha viva de Cristo neste mundo?

Diante do Senhor, dos anjos e desta igreja, confesso com alegria e louvor que JESUS CRISTO É O MEU SENHOR.

 

Pr. Mario Tsuyoshi Yamakami

Comunidade Bíblica Regenerada   –   Cristo é o Senhor

Maringá, Junho de 2015.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s