A ESTRADA REAL DA CRUZ – PARTE I

EstradaLucas 9:23 – “Dizia a todos: Se alguém quer vir após mim, a si mesmo se negue, dia a dia tome a sua cruz e siga-me”.

No contexto deste verso, eles se achavam perto de uma cidade chamada Betsaida. O lugar exato; porém, era deserto (Lucas 9:12fine). A multidão perdida, desorientada e necessitada o seguia. Jesus a acolheu e curou os necessitados (Lucas 9:11). Em seguida, supre-os com pão e peixe onde nem sequer imaginavam que poderiam ser saciados. Quanta surpresa maravilhosa em Cristo. Quanta compaixão e quanto amor do Senhor! Quando, onde e como o Senhor supre são as manifestações de Sua graça.

Foi a esta multidão perdida e necessitada que o Senhor profere as palavras do verso 23. Nesta ocasião, Ele não prometeu mais pães e peixes, nem moradias, nem conforto e segurança. Ele não fala de bênção e prosperidade. Ele simplesmente promete a Si mesmo, com a condição de deixarem cada um a si primeiro a fim de tomarem a sua própria cruz. Aqueles que creram e experimentaram a cruz sabe que Ele é o melhor, é o incomparável Filho de Deus. A cruz nos oferece o melhor de Deus que é o Seu amado Filho. É tudo que precisamos!

A condição que o Senhor coloca é clara e sem cláusulas com possiblidades de mudanças. Suas Palavras não são levianas, vazias e fracas. Todos quantos ouvem esta palavra de Lucas 9:23, precisam entender que, para seguir o Senhor Jesus, é necessário, primeiro, negar a si mesmo e tomar sua própria cruz. Creio que não era nada do que a multidão esperava ou desejava ouvir. Foram palavras inesperadas e até chocantes; porém, vindas de um doce coração cheio de amor. É como hoje, alguns crentes vem em busca de cura, prosperidade e bênção e acabam ouvindo a Palavra da Cruz. Ficam zangados e saem da comunhão com esta igreja. Para alguns é uma decepção; para outros, é a salvação. O que aconteceu em João 6 foi lastimável, pois muitos zombaram, murmuraram e abandonaram o Senhor porque Ele havia proferido uma palavra verdadeira.

Jesus deixa claro que, para segui-Lo, primeiro é preciso morrer para si. O Senhor coloca as condições da cruz para qualquer seguidor. A cruz é a porta para o caminho por onde Cristo caminha. Só podemos encontrar o Senhor e segui-Lo, se for pelo caminho da cruz. Esta estrada não pode ser desviada, encapada, pintada, adornada, transformada. A estrada real da cruz é rude, simples, séria e imutável. O homem não tem condições de modifica-la e transforma-la segundo o seu gosto e conveniência. O evangelho de Cristo não é algo barato para ser trocado a qualquer hora. Alguns aqui ainda teimam em fazer do seu jeito. Já está posto, basta se submeter à ela.

A condição para segui-Lo foi posta pelo próprio Senhor de modo claro e real. Só existe uma estrada da cruz. Muitos tem andado por “atalhos” que seguem perto dela e não percebem que a estrada real da cruz é totalmente diferente. Por favor, avalie hoje se a estrada da cruz por onde você anda, de fato é a estrada real da cruz.

Como no texto acima, todos são chamados para trilha-la; ainda que pareça um convite totalmente absurdo. A estrada real é impactante, intrigante, irritante e medonha, à primeira vista. Mas, o nosso doce e maravilhoso Senhor, que alimentou com tanta compaixão a multidão faminta, certamente jamais ofereceria algo ruim. O mesmo amor que multiplicou os pães e os peixes, agora, os chama para segui-lo pela estrada da cruz. O chamado da cruz é um chamado de amor. Só podemos seguir o Amado pela amorosa estrada real da cruz. Esta estrada é exclusiva para os amados que amam o Amado.

Estamos chamando de “estrada real da cruz” porque muitas estradas tem sido colocadas e ensinadas; estradas parecidas com ela; porém, falsas. Precisamos do ensino e da direção do Espírito Santo para que não venhamos a confundir a estrada real da cruz com outras “falsas estradas de cruzes”.

De início, a estrada real da cruz nos aborrece, pois é a mais forte investida contra o ego. Ela choca, confronta e acaba com o ego. A cruz exige a morte do ego a fim de Jesus Cristo se tornar o único Senhor e Salvador.

É tão importante crer e caminhar na estrada da cruz, pois ela certamente nos livrará de ficarmos chocados com a sentença de Mateus 25:41 – “Então, o Rei dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos”. Isto sim é chocante!

Precisamos ouvir, entender e crer na mensagem da cruz a fim de andarmos pela estrada real da cruz; pois, só esta estrada nos faz seguir o Senhor Jesus. Não importa se ela é apertada ou difícil; o que importa é que o nosso Senhor está nesta estrada. Não queremos outra estrada simplesmente pelo fato de Cristo se encontrar apenas nesta estrada. Somente aqueles que andam nela estarão isentos de ouvir a palavra de ordem para se afastarem para sempre do Salvador. Aqueles que trilharem a estrada real da cruz ouvirão Mateus 25:34 – “então, dirá o Rei aos que estiverem à sua direita: Vinde, benditos de meu Pai! Entrai na posse do reino que vos está preparado desde a fundação do mundo”.

Somente pela cruz estaremos com Jesus, o qual, nos livrará da ira vindoura, I Tessalonicenses 1:10 – “e para aguardardes dos céus o seu Filho, a quem ele ressuscitou dentre os mortos, Jesus, que nos livra da ira vindoura”.

Todos os que trilharem esta estrada serão transformados à imagem de Jesus. Por isso sempre digo que nesta estrada não há trambique; não tem lugar para os “espertinhos”. No dia do Juízo, estes que foram transformados à imagem de Jesus, não temerão; pelo contrário, alegrar-se-ão ao ver o próprio Senhor em Sua glória. O anjo que vai separar o joio do trigo reconhecerá facilmente aqueles que caminharam pela estrada da cruz. Eles são parecidos com o Senhor Jesus.

Portanto, a pergunta é: porque tanto receio com as palavras do Senhor em Lucas 9:23 se esta palavra nos conduz à salvação eterna? Porque não tomar a cruz que nos livra da ira vindoura? Muitos crentes desconhecem a Palavra da Cruz; outros não a compreendem e tantos outros não a aceitam. Por isso, vivem cheios de aborrecimentos e sofrem constantes ataques do diabo. Eles se curvam diante da opressão satânica e vivem em constante desânimo e derrota.

Na cruz há salvação, proteção, segurança e vida em Jesus. Na cruz há a doce manifestação da Pessoa de Jesus. Nela temos libertação do pecado, do mundo e do ego. Por ela andamos em fé no Senhor e temos vitória sobre o pecado e a morte. No andar na estrada real da cruz, somos santificados e transformados à imagem de Jesus Cristo. Não há salvação da alma e nem esperança da vida eterna se não andarmos pela estrada real da cruz. Portanto, não receie negar a si mesmo e tomar sua cruz para poder seguir o Senhor Jesus. Lucas 14:27 – “E qualquer que não tomar a sua cruz e vier após mim não pode ser meu discípulo”.

O próprio Senhor Jesus tomou sua cruz. João 19:17 – “Tomaram eles, pois, a Jesus; e ele próprio, carregando a sua cruz, saiu para o lugar chamado Calvário, Gólgota em hebraico”. Ele foi à nossa frente e morreu na cruz por amor à nós. Se seguirmos o Senhor e morrermos com Ele, certamente com Ele viveremos. Romanos 6:8 – “Ora, se já morremos com Cristo, cremos que também com ele viveremos”. II Timóteo 2:11 – “Fiel é esta palavra: Se já morremos com ele, também viveremos com ele”.

Muitos pensam que o fim da cruz é simplesmente a morte; porém, é a vida eterna. Tudo que necessitamos para recebermos a vida eterna vem da cruz. Nossa inclusão na morte e ressurreição no Cristo crucificado é o único plano redentor. Em morrermos Nele está o nosso tudo. É em nossa morte em Cristo que recebemos nova vida e vida eterna. Não há caminho para a vida senão pela inclusão na cruz de nosso Senhor Jesus Cristo. Não há como prosseguir neste caminho senão pela cruz diária ou mortificação diária da nossa natureza terrena. Colossenses 3:5 – “Fazei, pois, morrer a vossa natureza terrena; prostituição, impureza, paixão lasciva, desejo maligno e a avareza, que é idolatria”.

Na estrada real da cruz, a ação da morte é contínua. II Coríntios 4:10-12 – “levando sempre no corpo o morrer de Jesus, para que também a sua vida se manifeste em nosso corpo. Porque nós, que vivemos, somos sempre entregues à morte por causa de Jesus, para que também a vida de Jesus se manifeste em nossa carne mortal. De modo que, em nós, opera a morte, mas, em vós, a vida”. 

Por onde quer que caminhemos, jamais encontraremos uma estrada mais segura e mais sublime do que a estrada real da cruz. Só por ela podemos estar em Cristo Jesus nosso Senhor. Se ela nos conduz à Jesus, então…. bora lá!

Não confunda a ESTRADA REAL DA CRUZ.  Vai por ela!

Pr. Mario Tsuyoshi Yamakami

Comunidade Bíblica Regenerada   –   Cristo vive em nós

Maringá, 12 de dezembro de 2015.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s