HEBREUS 10 – ESTUDO XIV

biblia-O capítulo dez de Hebreus é fascinante. Ele fala muito do sangue de Cristo como o elemento primordial para o nosso acesso ao Trono da graça. Neste capítulo, as palavras “sacrifício, oferta e sangue” repetem com frequência, dando ênfase à cruz de Cristo.

De fato, no Calvário, as Escrituras dizem que o véu do santuário se rasgou de alto a baixo (Mateus 27:51). Na cruz, Ele abriu caminho até Deus (Hebreus 10:19-20). O que proporcionou tudo isso foi o sacrifício da cruz. O escritor de Hebreus enfatiza o livre acesso e traz um convite para que acessemos este caminho até Deus.

Tudo isso foi proporcionado pelo sangue da cruz e não pelos antigos ritos judaicos. Esse acesso até o Todo Poderoso tem a total assessoria do Grande Sumo Sacerdote que penetrou os céus. Hebreus 10:21-22 – “e tendo grande sacerdote sobre a casa de Deus, aproximemo-nos, com sincero coração, em plena certeza de fé,”.

I Ainda que venhamos a pecar e entristecer o Espírito de Deus, podemos ter acesso ao Juiz de toda a Terra sem temor. Simplesmente com base no sacrifício da cruz e na Pessoa do nosso Advogado. João 2:1 – “Filhinhos meus, estas coisas vos escrevo para que não pequeis. Se, todavia, alguém pecar, temos Advogado junto ao Pai, Jesus Cristo, o Justo”. Ele é nossa segurança! Jamais devemos nos apartar Dele, jamais devemos nos apostatar da fé.

Hebreus coloca a Pessoa e a Obra de Cristo como a base do nosso relacionamento com Deus. Tudo o que Ele fez na cruz e tudo que Ele nos representa hoje diante do Pai – isto é o resumo do Livro de Hebreus. O Livro de Hebreus traz clareza e segurança para nos aproximarmos de Deus, independente de obras.

A cruz não deixa nenhuma possibilidade para sermos rejeitados pelo Todo Poderoso. Ela nos trouxe convicção e certeza absoluta de nossa aceitação. Hebreus 4:16 diz: “acheguemo-nos, portanto, confiadamente, junto ao trono da graça”. Hebreus 10:22 diz: “aproximemo-nos, em plena certeza de fé”.

Esta graça toda tem uma base – a cruz! Interessante que, nestes textos-convites, não encontramos nenhuma ação presente do Sumo Sacerdote. O Senhor não está fazendo nada por nós, Ele já fez! Não precisamos da graça, bênção, santidade, paz ou qualquer outra coisa para podermos aproximar de Deus. Não precisamos ter ou fazer qualquer coisa para que tenhamos condições de ir ao Trono de Deus. Nenhum sacrifício é necessário, nenhum jejum ou obra humana. Tudo já foi feito na cruz. A nossa confiança baseia-se na obra da cruz e nada mais. O Cristo crucificado é tudo que um pecador necessita para poder ir à Deus. Ele é o novo e vivo caminho (Hebreus 10:20).

Quando conhecemos a cruz de nosso Senhor, temos plena convicção e fé; temos descanso e paz para irmos à Deus ainda que tenhamos pecado contra Ele. O novo nascido pode ir à Deus SEM VACILAR, como diz Hebreus 10:23.

Afinal, no que se baseia tanta certeza? Se não é a graça, não é por obras, não é o que temos ou o que somos. De onde provém tanta convicção? Porque Deus está totalmente favorável a nós neste aspecto? Porque Ele não pode nos rejeitar? Qual é a nossa base?

Tanto da parte de Deus como da nossa parte, tudo funciona e funcionará pelo fato de que Cristo se tornou a propiciação pelos nossos pecados. I João 2:2 – “e ele é a propiciação pelos nossos pecados e não somente pelos nossos próprios, mas ainda pelos do mundo inteiro”.

Naquele dia, no monte do Calvário, a ira de Deus sobre o pecado caiu sobre Aquele que se fez pecado por nós (II Coríntios 5:21). Ele se tornou nossa propiciação por amor. I João 4:10 – “Nisto consiste o amor: não em que nós tenhamos amado a Deus, mas em que ele nos amou e enviou o seu Filho como propiciação pelos nossos pecados”.

A propiciação é a base da nossa segurança. Não pode haver duas punições pelo mesmo ato; não pode haver a segunda condenação, pois isto seria injusto. Ao se tornar propiciação pelos nossos pecados, Ele pagou por nós. Nada mais é preciso para que sejamos perdoados e aceitos pelo Pai. Nossa dívida está paga.

Portanto, é nesta base segura que o escritor de Hebreus se baseia para nos convidar a ir ao Pai em plena certeza de fé. O próprio Deus diz que Jesus Cristo, o Justo é a nossa propiciação. Romanos 3:24-25 – “sendo justificados gratuitamente, por sua graça, mediante a redenção que há em Cristo Jesus, a quem Deus propôs, no seu sangue, como propiciação, mediante a fé, para manifestar a sua justiça, por ter Deus, na sua tolerância, deixado impunes os pecados anteriormente cometidos”.

Toda a nossa redenção está em Cristo Jesus e isto, foi o próprio Deus quem propôs ali na cruz. Seu amado Filho pagou o resgate tornando-se propiciação pelos nossos pecados. Propiciação é a misericórdia em ação ao perdoar o ofensor. Ser propício é ser favorável. Quando Cristo tornou-se nossa propiciação, Ele fez o Juiz de toda a Terra tornar-se favorável a nós. A cruz tornou-se o Propiciatório, lugar onde nossos pecados foram pagos. Ali o Senhor fez o coração de Deus se tornar favorável a nós.

Quando Hebreus nos convida a ir ao Trono, ele baseia-se no fato de que agora, Deus está favorável a nós. E, porque houve uma propiciação, Deus não pode mais tornar-se desfavorável a nós. Sendo Jesus Cristo a nossa propiciação, não temos o que temer; certamente seremos aceitos pelo Pai, aleluia!

A palavra propiciação traz a ideia de sofrer ou padecer uma severa punição pela culpa do pecado. O profeta Isaías diz que o “castigo” que nos traz a paz estava sobre Ele (Isaías 53:5). Por isso, o profeta diz que Ele padeceu, Ele sofreu. Sofreu o castigo em nosso lugar, Levou sobre Si as nossas dores. Deus fez cair sobre Ele a iniquidade de nós todos (Isaías 53:6). Ao se tornar nossa propiciação, Ele deu Sua alma como oferta pelo pecado (Isaías 53:10).

Ele se tornou nossa propiciação para aplacar a ira de Deus sobre o pecado. Foi por causa do nosso pecado que Jesus se tornou nossa propiciação. Ele, por amor, como vimos em I João 4:10, recebeu nosso castigo. Agora estamos de boa, seguros, livres da ira vindoura. O próprio Senhor Jesus, que se tornou nossa propiciação, nos livrará da ira vindoura (I Tessalonicenses 1:10).

Nada além da propiciação pode nos conceder o perdão de Deus. Nada mais pode nos livrar senão o fato de Jesus Cristo ter se tornado nossa propiciação. Não é nossa fé, nossa obediência, nossa pureza ou a bondade de Deus, ou a graça de Deus, ou a misericórdia de Deus. Nossa confiança está NAQUILO QUE CRISTO SOFREU NA CRUZ.

O texto de I João 2:1-2 tem Cristo como nosso Advogado e também a nossa propiciação. O Advogado nos defenderá com base nesta propiciação: já está pago! Está liquidado! Não há mais condenação (Romanos 8:1). O álibi do nosso Advogado é justamente a PROPICIAÇÃO. Nosso Advogado nos defende com base naquilo que Ele próprio sofreu na cruz em nosso favor. A propiciação é a maior prova documental de que não podemos mais ser condenados.

A propiciação incluiu todos os pecados de todo mundo em todo o tempo. É um sacrifício propiciatório completo. Quando tomamos por base essa propiciação, Deus fica totalmente ao nosso favor. Imediatamente nos libera perdão e aceitação. Ele não nos punirá, pois já houve a propiciação.

O verbo de I João 2:2 está no tempo presente: Ele é a nossa propiciação; Ele é! A propiciação tem abrangência passada, presente e futura. Por isso, se pecarmos no futuro, podemos ir à Deus com confiança de que seremos justificados dos nossos pecados com base na propiciação. Quem está em Cristo não será jamais condenado, aleluia.

Temos segurança até a nossa morte física com base nesta propiciação realizada na cruz do Calvário. Como então esquecer da cruz? Do Cristo crucificado?

JESUS CRISTO E SUA OBRA NA CRUZ É A NOSSA BASE SEGURA E ETERNA.

O escritor de Hebreus diria: “Irmãos, fiquem tranquilos, Nele estamos seguros para sempre”.

ELE É A NOSSA PROPICIAÇÃO!

 

Pr. Mario Tsuyoshi Yamakami

Comunidade Bíblica Regenerada   –   Cristo vive em nós

Maringá, 06 de Abril de 2016.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s