HEBREUS 10 – ESTUDO XXII

divisoes-da-bibliaHebreus 10, como vimos, trata muito do sangue; pois, sem sangue, não há possibilidade de nos achegarmos à Deus. Há somente duas maneiras para o homem se aproximar de Deus. A primeira é pela total pureza e santidade dele próprio. A segunda, pela justificação através do sangue de Cristo. Esta é a única maneira correta de se chegar à Deus. Nenhum homem ou mulher poderá mediar ou possibilitar nossa ida à Deus. Apenas o sangue de Cristo.

Pelo fato de que todos pecaram, resta apenas uma maneira de nos achegarmos à Deus: através do sangue de Cristo. Deus requer o sangue para a remissão do pecado. Davi sabia disso e diz no Salmo 9:12 – Pois aquele que requer o sangue lembra-se deles e não se esquece do clamor dos aflitos”. No Egito, o Senhor também requereu o sangue: Êxodo 12:13 – “O sangue vos será por sinal nas casas em que estiverdes; quando eu vir o sangue, passarei por vós, e não haverá entre vós praga destruidora, quando eu ferir a terra do Egito”. No verso 23 vemos: “Porque o Senhor passará para ferir os egípcios; quando vir, porém, o sangue na verga da porta e em ambas as ombreiras, passará o Senhor aquela porta e não permitirá ao Destruidor que entre em vossas casas, para vos ferir”. Para Deus, o sangue de Cristo é totalmente indispensável. Sem o sangue de Cristo, Deus não poderá justificar e receber o homem.

No Velho Testamento, os sumo sacerdotes, quando uma vez por ano entravam no Santo dos Santos, jamais poderiam entrar sem sangue. O sangue era elemento essencial para ele comparecer diante de Deus. Hebreus 9:7 – “mas, no segundo, o sumo sacerdote, ele sozinho, uma vez por ano, não sem sangue, que oferece por si e pelos pecados de ignorância do povo,”. O sangue continua sendo elemento essencial para comparecermos diante de Deus.

O sumo sacerdote entrava no Santo dos Santos com sangue alheio: Hebreus 9:25 – “nem ainda para se oferecer a si mesmo muitas vezes, como o sumo sacerdote cada ano entra no Santo dos Santos com sangue alheio”.

O próprio Senhor Jesus, quando retornou ao Pai, levou o seu próprio sangue. Hebreus 9:12 – “não por meio de sangue de bodes e de bezerros, mas pelo seu próprio sangue, entrou no Santo dos Santos, uma vez por todas, tendo obtido eterna redenção”. Diferentemente de outros sumo sacerdotes que levavam sangue alheio, o Senhor Jesus entrou levando o seu próprio sangue. O sangue de Cristo é preciosíssimo e foi derramado em nosso favor.

Deus não faz vista grossa ao pecado; Ele é o reto Juiz. Jamais devemos achar que podemos nos aproximar de Deus sem o sangue de Cristo. Lembre-se que Ele é o Juiz, Ele é conhecido como o justo Juiz. Salmo 9:16 – “Faz-se conhecido o Senhor, pelo juízo que executa; enlaçado está o ímpio nas obras de suas próprias mãos”. Salmo 7:11 – “Deus é justo juiz, Deus que sente indignação todos os dias”. Sendo assim, não deixará de julgar o pecado. Por esta razão houve a cruz. A cruz é o justo juízo de Deus sobre os nossos pecados.

Deus julga o nosso pecado e este, só poderá ser perdoado, se houver o sangue da cruz. Por esta razão houve a necessidade do derramamento do sangue do Justo na cruz do Calvário. Hebreus 9:22 – “Com efeito, quase todas as coisas, segundo a lei, se purificam com sangue; e, sem derramamento de sangue, não há remissão”. Sem sangue, sem remissão de pecados e, sem remissão de pecados, sem a presença de Deus. O sangue de Jesus foi totalmente aceitável diante de Deus. O sangue de Cristo cumpriu plenamente a exigência de Deus quanto à remissão dos nossos pecados. O sangue de Cristo foi suficiente para nos salvar dos nossos pecados.

Hebreus 10 foi tão precioso, pois nos mostrou o precioso sangue de Cristo que nos possibilita entrar na presença de Deus com ousadia e confiança.

Hebreus 10:19-23 – “Tendo, pois, irmãos, intrepidez para entrar no Santo dos Santos, pelo sangue de Jesus, pelo novo e vivo caminho que ele nos consagrou pelo véu, isto é, pela sua carne, e tendo grande sacerdote sobre a casa de Deus, aproximemo-nos, com sincero coração, em plena certeza de fé, tendo o coração, em plena certeza de fé, tendo o coração purificado de má consciência e lavado o corpo com água pura. Guardemos firmes a confissão da esperança, sem vacilar, pois quem fez a promessa é fiel”.

Terminamos este estudo de Hebreus 10 com muita gratidão e louvor a Deus. Vale lembrar que Hebreus 10 termina falando de fé. Os dois últimos versos do capítulo 10 introduzem o capitulo 11: “Ora, a fé é a certeza de coisas que se esperam, a convicção de fatos que não se veem”.

Pr. Mario Tsuyoshi Yamakami

Comunidade Bíblica Regenerada   –   Cristo vive em nós

Maringá, 08 de Junho de 2016.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s