PLENA EXPIAÇÃO

jesus-na-cruz-036Romanos 3:21-26 – “Mas agora, sem lei, se manifestou a justiça de Deus testemunhada pela lei e pelos profetas; justiça de Deus mediante a fé em Jesus Cristo, para todos [e sobre todos] os que creem; porque não há distinção, pois todos pecaram e carecem da glória de Deus, sendo justificados gratuitamente, por sua graça, mediante a redenção que há em Cristo Jesus, a quem Deus propôs, no seu sangue, como propiciação, mediante a fé, para manifestar a sua justiça, por ter Deus, na sua tolerância, deixado impunes os pecados anteriormente cometidos; tendo em vista a manifestação da sua justiça no tempo presente, para ele mesmo ser justo e o justificador daquele que tem fé em Jesus”.

Que texto magnífico! É o tesouro que todo pecador precisa encontrar. É a riqueza que faz do pobre pecador um bem-aventurado; é a verdade que transforma o infeliz, tímido e oprimido pecador em um santo, justo, alegre e intrépido cristão.

O desconhecimento da poderosa e maravilhosa obra redentora da cruz faz com que os crentes permaneçam debaixo de acusação, medo e timidez. Todos precisam saber o que significa a cruz de Cristo; pois todos pecaram.

A pregação da verdade do Evangelho é a mais urgente mensagem que um pecador precisa ouvir. A pregação da mensagem da cruz é tudo que o pobre pecador precisa ouvir. Quando temos esta verdade, saímos das trevas onde escondíamos o nosso pecado e fazemos a confissão com sinceridade e confiança de que já estamos perdoados e justificados.

Esta mensagem é um chamado para aqueles que nunca confessaram seus pecados e continuam debaixo de opressão. Quando confessamos cheios de fé e confiança na obra da cruz, veremos que o sangue está pronto para nos justificar e transformar.

Muitos crentes sinceros sofrem quando não conhecem o que Deus fez na cruz de Cristo. Quando não temos a revelação da nossa total redenção naquela cruz, continuamos sob opressão e derrota.

Este texto de Romanos 3 traz luz e libertação ao pobre crente entristecido pela condenação do seu pecado do passado. A grande maioria dos que frequentam igrejas encontram-se neste estado de ignorância, luta, tristeza e opressão.

Este texto é o Evangelho de Deus, as Boas Novas da plena salvação, é a alegria que falta àqueles que, ainda que sinceros, sentem-se debaixo de condenação.

Willian Cowper foi um poeta inglês que nasceu em 1731 e morreu em 1800. Era um homem angustiado porque, apesar de conhecer o cristianismo, desconhecia a poderosa obra da cruz. Estava depressivo e angustiado devido à culpa dos pecados do passado. Vivia sem paz e sempre perturbado, totalmente perdido. Na solidão de seu quarto, sem esperança, em um dia inesquecível, ao sentar-se, seus olhos depararam com a Bíblia ao lado da cama. Por um impulso, abriu-a exatamente neste texto de Romanos 3:25 – “a quem Deus propôs, no seu sangue, como propiciação, mediante a fé, para manifestar a sua justiça, por ter Deus, na sua tolerância, deixado impunes os pecados anteriormente cometidos;”. Ao ler isto, de imediato, recebeu a luz divina para compreender tamanha e maravilhosa verdade. Era tudo que este pobre pecador precisava conhecer. Ele dizia: “os raios do Sol da Justiça caíram sobre mim em toda a plenitude”. “Ele diz que naquele momento viu a completa suficiência da expiação que Cristo havia efetuado para dar-me perdão e inteira justificação”. Ele creu nesta grande verdade e logo a paz de Cristo invadiu seu coração. Sua alegria e gratidão à Deus era tão grande que ficou extasiado. Ele dizia: “meus olhos se encheram de lágrimas; a emoção embargou a minha voz. Só podia olhar para o céu em silencioso temor, transbordando de amor e admiração”.

Certamente a verdade de Romanos 3:25 fez o mesmo com muitos dos santos do passado. Poderá fazer com você também hoje, pois a Palavra e a Obra da Cruz permanecem a mesma.

A cruz é toda suficiente perante o Deus Santo e Justo. A cruz satisfez a justiça de Deus. Romanos 3:21 fala da manifestação da justiça de Deus. A palavra: “manifestação” aparece por três vezes neste texto (v.21,25,26). Significa: tornar público, declarar, mostrar, provar, proclamar. A cruz é a demonstração pública do caráter justo de Deus. É a irrefutável prova da justiça de Deus. É a retidão judicial de Deus, o caráter moral, santo e justo de Deus. Pela cruz podemos ver o quão justo é o nosso Deus; o quanto Ele ama e pratica a justiça. Salmo 11:7 – “Porque o Senhor é justo, ele ama a justiça; os retos lhe contemplarão a face”. Salmo 145:17 – “Justo é o Senhor em todos os seus caminhos, benigno em todas as suas obras”.

Porque este Deus tão grande, amoroso, gracioso e justo se manifestou naquela cruz, então, há plena e poderosa salvação a cada um dos pecadores que sofrem pelos pecados cometidos.

Esta mensagem nos faz lembrar da oração de Zacarias, pai de João Batista, quando cheio do Espírito Santo louvou à Deus. Lucas 1:67-69 – “Zacarias, seu pai, cheio do Espírito Santo, profetizou, dizendo: Bendito seja o Senhor, Deus de Israel, porque visitou e redimiu o seu povo, e nos suscitou plena e poderosa salvação na casa de Davi, seu servo”.

Plena e poderosa salvação, esta é a ideia central desta mensagem. Romanos 3 traz esta verdade a todo pecador. O que foi feito na cruz foi para nos salvar total e completamente dos nos nossos pecados. A salvação realizada na cruz é 100% eficaz, é completa pois, o próprio Salvador disse: “Está consumado!”.

A obra da cruz verdadeiramente me libertou do poder do pecado; o sangue de Cristo verdadeiramente me justificou diante do Justo Deus, Sua paz invadiu meu coração e o seu sangue purificou minha consciência. Assim testemunha os remidos do Senhor.

Como o poeta inglês, simplesmente cri na verdade de Romanos 3 e agora vivo com alegre esperança. Para mim, a cruz foi plena expiação, isto é, Deus aceitou em meu favor, tudo o que Cristo fez naquela cruz. A obra de Cristo foi total, não há necessidade de que eu faça qualquer outra coisa. Ali Deus me incluiu em Cristo e me salvou completamente do pecado, tratou totalmente dos meus pecados do passado. Ali houve a completa expiação diante de Deus. Não preciso temer qualquer tipo de acusação satânica, não preciso andar encurvado, com medo ou vergonha pelos meus pecados do passado. Posso viver de modo natural e tranquilo diante da igreja, dos amigos, e principalmente na própria família. Posso gritar: sou livre! Estou perdoado! Estou lavado pelo sangue da cruz. Posso me regozijar e dizer: “Agora, pois, já nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus”.

ESTOU TOTALMENTE PERDOADO E JUSTIFICADO.

Isto é salvação completa, isto é Evangelho, isto é o que Cristo fez.

Realmente podemos atestar e proclamar que há:

PLENA EXPIAÇÃO, ISTO É, SEM MAIS CULPA, SEM MAIS MEDO, SEM MAIS VERGONHA.

 

Pr. Mario Tsuyoshi Yamakami

Comunidade Bíblica Regenerada   –   Cristo vive em nós

Maringá, 28 de Agosto de 2106.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s