OLHA O EVANGELHO DE CRISTO

02-cruz_sangueEvangelho é a Boa Notícia a respeito do Salvador. Lucas 2:10-11 – “O anjo, porém, lhes disse: Não temais; eis aqui vos trago boa-nova de grande alegria, que o será para todo o povo: é que hoje vos nasceu, na cidade de Davi, o Salvador, que é Cristo, o Senhor”.

Evangelho é Cristo nos salvando do pecado e trazendo grande alegria ao nosso coração; tirando assim, todo o medo.

Evangelho é Deus se fazendo Homem, vindo a este mundo para salvar o homem do pecado e da morte.

Evangelho é o Salvador Enviado para ser o Senhor de nossas vidas.

Evangelho é Cristo, o Senhor, vindo nos salvar dos nossos pecados.

Vivemos em um mundo rodeado de pecado e morte; mesmo assim, muitos ainda não foram despertados quanto a esta terrível desgraça chamada pecado. As pessoas vivem oprimidas, cheias de problemas, tristezas, desgraças, maldições e mortes. Vivem a chorar e lamentar, cheios de amargura, dor e revolta.

Poucos param para pensar em sua vida desgraçada pelo pecado; e, poucos creem no Evangelho da cruz. Poucos desfrutam da vida abundante que Cristo veio nos dar (João10:10); muitos estão sendo roubados, mortos e destruídos por satanás.

Quando examinamos as Escrituras, encontramos Cristo, o Evangelho de Deus, permeando de capa a capa. Deus, que nos ama incondicionalmente, deseja nos salvar do pecado e da morte por meio do sacrifício da cruz de seu amado Filho.

Temos muitos exemplos do Evangelho na Bíblia; tomemos hoje o Livro do profeta Jeremias como exemplo.

Assim como nossos primeiros pais desobedeceram a Deus no Paraíso, assim também, o povo de Israel deixou de ouvir a Palavra do Senhor, foi rebelde e se afastou do Salvador. Em consequência de terem abandonado a Deus e praticado idolatrias, Deus os entregou a um forte inimigo: os caldeus. Estes vieram e destruíram tudo e os levaram cativo para a Babilônia. Durante 70 anos houve muitos lamentos, muito sofrimento, muito choro. Viveram no cativeiro, foram humilhados e envergonhados. Ficaram totalmente desolados, destruídos e subjugados. Não conheciam mais a paz, a alegria e a liberdade. Não tinham nem forças para louvar e adorar ao Senhor. Estavam distantes do Deus que outrora fizera grandes maravilhas. Estavam totalmente à mercê do inimigo, sem esperança, sem ajuda e sem ânimo.

A situação do povo de Israel era desoladora, triste demais. Pobres, abandonados, escravos, necessitados, enlutados e enfraquecidos em todos os aspectos.

Esta situação retrata bem a sociedade onde vivemos hoje. O povo está nesta situação caótica; estão longe do Senhor. Vive em desgraça, desilusão, decepção e revolta. É um povo triste, infeliz e derrotado. Cada um querendo salvar a sua própria alma e para tanto, se necessário, é capaz de matar o seu próximo. Um rouba do outro, um engano o outro, um despreza o outro, um mata o outro. Muitos lares evangélicos tem um clima frio e sombrio, sempre debaixo de brigas, discussões e agressões.

Dá a impressão que estamos vivendo no tempo do profeta Jeremias. O mundo hoje não difere; continua em desgraça por causa da desobediência à Deus e pela descrença no Evangelho de Cristo.

No meio da calamidade toda, o Deus de muitas misericórdias sempre vem anunciar o Evangelho de Cristo ao povo destruído. O Deus Justo que precisa punir o pecado, sempre traz juízo sobre os pecadores; porém, também por ser o Deus de toda a graça, sempre vem ao encontro do infeliz pecador e lhe estende a mão.

Evangelho é Deus estendendo a mão para o desgraçado e destruído pecador. Evangelho é Cristo vindo até nós para nos revelar que em Sua morte, nos atraiu e nos fez morrer juntamente com Ele. Nesta morte, toda a sentença que era contra nós foi rasgada, foi desfeita. Em Sua morte, Ele pagou toda a dívida que tínhamos devido ao nosso pecado. Ali, o inimigo das nossas vidas foi derrotado! Foi na cruz que a nossa salvação se processou de modo cabal.

Evangelho é Cristo pagando o nosso resgate, é Cristo nos fazendo morrer com Ele para o pecado a fim de que este não tenha mais domínio sobre nós. Na cruz Ele nos libertou da terrível escravidão do pecado. Foi ali que o nosso cativeiro acabou.

O Livro de Jeremias mostra Deus fazendo findar o cativeiro da Babilônia depois de 70 anos. Evangelho é Aquele que nos tira do cativeiro. Você não precisa esperar 70 anos, pois o Salvador já veio, já pagou o preço do resgate, já concluiu toda a obra da salvação na cruz do Calvário.

Por causa do Evangelho, você e eu somos livres. O sangue da cruz nos redimiu, nos purificou e nos justificou. Evangelho é Cristo tornando-se nossa propiciação, pois recebeu o castigo pelos nossos pecados.

Evangelho é Cristo sendo ressuscitado pelo poder de Deus e nós juntamente com Ele. Evangelho é ressurreição, é vida nova, é vida de liberdade, de comunhão, de bênção. Evangelho é nova vida com Cristo, em Cristo e para Cristo.

Segundo Jeremias 18, Evangelho é Deus fazendo de nós um novo vaso. É o mesmo de Efésios 2:10 – “Pois somos feitura dele, criados em Cristo Jesus para boas obras, as quais Deus de antemão preparou para que andássemos nelas”. Evangelho é Deus nos colocando em Cristo e fazendo de nós uma nova criatura. II Coríntios 5:17 – “E, assim, se alguém está em Cristo, é nova criatura; as coisas antigas já passaram; eis que se fizeram novas”.

Evangelho é Deus nos curando e nos salvando. Jeremias 17:14 – “Cura-me, Senhor, e serei curado, salva-me, e serei salvo; porque tu és o meu louvor”.

Este maravilhoso Evangelho foi anunciado desde o princípio e este anúncio repetiu-se ao longo da história. Jeremias 23:5 – Eis que vêm dias, diz o Senhor, em que levantarei a Davi um Renovo justo; e, rei que é, reinará, e agirá sabiamente, e executará o juízo e a justiça na terra”. Deus já preanunciara o Cristo crucificado e ressurreto.

A vinda de Cristo e Sua obra na cruz foi devidamente planejada e anunciada ao longo da história do homem. Foi o grande e poderoso evento planejado e realizado pelo próprio Senhor Jesus. Tudo fez por nós naquela cruz. A cruz foi o propósito para a nossa salvação; ali está o coração e o amor do Senhor por nós. Evangelho é Cristo nos amando incondicionalmente a ponto de dar sua própria vida para nos resgatar da morte e do inferno (I João 4:9-10).

Evangelho é Deus dando a nós um novo coração cheio de amor e louvor pelo Senhor. Um novo coração capaz de conhecer o Senhor e tê-Lo como Deus. Evangelho é a operação de Deus nos fazendo converter totalmente à Cristo, o Senhor. Jeremias 24:7 – “Dar-lhes-ei coração para que me conheçam que eu sou o Senhor; eles serão o meu povo, e eu serei o seu Deus; porque se voltarão para mim de todo o seu coração”.

Evangelho é a graça de Deus nos fazendo voltar a Deus de todo o coração e Deus deixando-se achar por nós. Jeremias 29:13 – “Buscar-me-eis e me achareis quando me buscardes de todo o vosso coração”. Aquele que conheceu o Evangelho de Cristo, sem dúvida, O encontrou e teve sua vida mudada. Jeremias 29:14 – “Serei achado de vós, diz o Senhor, e farei mudar a vossa sorte; congregar-vos-ei de todas as nações e de todos os lugares para onde vos lancei, diz o Senhor, e tornarei a trazer-vos ao lugar onde vos mandei para o exílio”.

Todo aquele que conhece o Evangelho de Cristo tem sua vida totalmente mudada. Sua sorte não é mais a mesma de outrora. Tudo se fez novo; agora tornou-se filho da luz, já não é mais filho das trevas; foi feito filho da graça e não mais filho da ira. Não mais maldição, mas bênção; não mais escravidão, mas liberdade; não mais tristeza, mas alegria; não mais medo, mas paz.

Evangelho é Deus, por meio do Seu Filho, nos restaurando em todos os sentidos. Jeremias 30:17-18 – “Porque te restaurarei a saúde e curarei as tuas chagas, diz o Senhor; pois te chamaram a repudiada, dizendo: É Sião, já ninguém pergunta por ela. Assim diz o Senhor: Eis que restaurarei a sorte das tendas de Jacó e me compadecerei das suas moradas; a cidade será reedificada sobre o seu montão de ruínas, e o palácio será habitado como outrora”.

Evangelho é Deus realmente mudando a nossa sorte ao tratar com os nossos pecados na cruz. Jeremias 33:7-8 – “Restaurarei a sorte de Judá e de Israel e os edificarei como no princípio. Purificá-los-eis de toda a sua iniquidade com que pecaram contra mim; e perdoarei todas as suas iniquidades com que pecaram e transgrediram contra mim”.

Quando Deus restaura a nossa sorte por meio do Evangelho de Seu Filho, voltamos a cantar e a dançar diante Dele com louvor e alegria. Jeremias 31:12-14 – “Hão de vir e exultar na altura de Sião, radiantes de alegria por causa dos bens do Senhor, do cereal, do vinho, do azeite, dos cordeiros e dos bezerros; a sua alma será como um jardim regado, e nunca mais desfalecerão. Então, a virgem se alegrará na dança, e também os jovens e os velhos; tornarei o seu pranto em júbilo e os consolarei; transformarei em regozijo a sua tristeza. Saciarei de gordura a alma dos sacerdotes, e o meu povo se fartará com a minha bondade, diz o Senhor”.

O Evangelho, que é Cristo, muda a nossa sorte para sempre. Este Evangelho foi preanunciado inclusive pelo profeta Jeremias. Jeremias 33:14-15 – Eis que vêm dias, diz o Senhor, em que cumprirei a boa palavra que proferi à casa de Israel e à casa de Judá. Naqueles dias e naquele tempo farei brotar a Davi um Renovo de justiça; ele executará juízo e justiça na terra”.

Jesus Cristo é o Renovo que Jeremias fala e, foi na cruz que Ele executou juízo e justiça na terra. Esta predição de Jeremias já ocorreu; está para nós hoje. Só Jesus Cristo, o crucificado, pode mudar a nossa sorte. Ele mudou a minha; por isso, estou exultante!

Esta mensagem é a de um ex-pecador exilado, aprisionado, infeliz por causa do pecado. Porém, pelo evangelho teve sua sorte mudada para sempre em Cristo Jesus.

Quer que eu conte um segredinho? A pessoa que tem a sua sorte mudada pelo Evangelho da Cruz de Cristo fica como quem sonha, abobado pelas maravilhas que este Evangelho pode fazer.

Salmo 126:1-6 – “Quando o Senhor restaurou a sorte de Sião, ficamos como quem sonha. Então, a nossa boca se encheu de riso, e a nossa língua, de júbilo; então, entre as nações se dizia: Grandes coisas o Senhor tem feito por eles. Com efeito, grandes coisas fez o Senhor por nós; por isso, estamos alegres. Restaura, Senhor a nossa sorte, como as torrentes no Neguebe. Os que com lágrimas semeiam com júbilo ceifarão. Quem sai andando e chorando enquanto semeia, voltará com júbilo, trazendo os seus feixes”.

O Senhor, que é o meu Evangelho, fez grandes coisas por mim, por isso estou alegre.

 

Pr. Mario Tsuyoshi Yamakami

Comunidade Bíblica Regenerada   –  Cristo vive em nós

Maringá, 25 de Setembro de 2016.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s