A CRUZ PURIFICADORA

gloria cruz 3Nós evangélicos, gostamos de um cristianismo mágico, fácil e até virtual. Quanto menos esforço, quanto menos trabalho, quanto mais fácil e tranquilo, melhor. Esta filosofia não condiz com a Bíblia. Hebreus 4:11 – Esforcemo-nos, pois, por entrar naquele descanso, a fim de que ninguém caia, segundo o mesmo exemplo de desobediência”. Hebreus 10:36 – “Com efeito, tendes necessidade de perseverança, para que, havendo feito a vontade de Deus, alcanceis a promessa”. Esforço e perseverança são palavras chaves aqui. Mateus 24:13 – “Aquele, porém, que perseverar até o fim, esse será salvo”. Mateus 7:13-14 – “Entrai pela porta estreita (larga é a porta, e espaçoso, o caminho que conduz para a perdição, e são muitos os que entram por ela), porque estreita é a porta, e apertado, o caminho que conduz para a vida, e são poucos os que acertam com ela”.

A caminhada para a salvação eterna não é para folgados, acomodados e preguiçosos. O apóstolo Paulo dizia que chegava a esmurrar o próprio corpo. I Coríntios 9:27 – “Mas esmurro o meu corpo e o reduzo à escravidão, para que, tendo pregado a outros, não venha eu mesmo a ser desclassificado”.

Há uma guerra constante entre a carne e o Espírito. Gálatas 5:17 – “Porque a carne milita contra o Espírito, e o Espírito, contra a carne, porque são opostos entre si; para que não façais o que, porventura seja do vosso querer”. Há um inimigo que não descansa: I Pedro 5:8 – “Sede sóbrios e vigilantes. O diabo, vosso adversário, anda em derredor, como leão que ruge procurando alguém para devorar”. Então como viver de modo descontraído e distraído? Porque acomodar e viver sem a disciplina do Senhor? Na caminhada para o céu há lutas constantes contra a natureza terrena, o ego, o mundo e o inimigo.

Aquele que peregrina para o céu precisa fazer morrer a natureza terrena. Colossenses 3:5 – “Fazei, pois, morrer a vossa natureza terrena: prostituição, impureza, paixão lasciva, desejo maligno e a avareza, que é idolatria”. Ele precisa mortificar os feitos do corpo para que não ande segundo as suas próprias paixões. Romanos 8:13 – “Porque, se viverdes segundo a carne, caminhais para a morte; mas, se, pelo Espírito, mortificardes os feitos do corpo, certamente, vivereis”.

Em nosso preparo para a entrada no céu, é preciso haver morte para a concupiscência da carne. A carne precisa estar crucificada. Gálatas 5:24 – “E os que são de Cristo Jesus crucificaram a carne, com as suas paixões e concupiscências”. O peregrino precisa morrer para si a fim de seguir somente o Senhor Jesus. Ele deve ser um crucificado com Cristo. Gálatas 2:19-20 – “… Estou crucificado com Cristo; logo, já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim; e esse viver que, agora, tenho na carne, vivo pela fé no Filho de Deus, que me amou e a si mesmo se entregou por mim”.

Percebem que em nossa caminhada há muito o que fazer? Não tem lugar para comodismo! O Senhor Jesus disse: “dia a dia”. Lucas 9:23 – “Dizia a todos: Se alguém quer vir após mim, a si mesmo se negue, dia a dia tome a sua cruz e siga-me”.

Não resta dúvidas que devemos nos preparar para a entrada na glória eterna. Repito, a vida eterna não é uma mágica ou encantamento como muitos evangélicos pensam. Eles pensam que, simplesmente levantando a mão em sinal de que está recebendo a Cristo, já é suficiente para ir ao céu. Engano puro! Filipenses 2:12 – “Assim, pois, amados meus, como sempre obedecestes, não só na minha presença, porém, muito mais agora, na minha ausência, desenvolvei a vossa salvação com temor e tremor”. I Pedro 2:2 – “desejai ardentemente, como crianças recém-nascidas, o genuíno leite espiritual, para que, por ele, vos seja dado crescimento para a salvação”. Percebe como há um crescimento e desenvolvimento para a salvação? A salvação não é um pacote pronto que se recebe.

É tempo de despertar. Efésios 5:14 – “Desperta, ó tu que dormes, levanta-te de entre os mortos, e Cristo te iluminará”. Lembre-se que 50% das virgens não puderam entrar com o Noivo porque não se despertaram à tempo. É tempo de se preparar, de se santificar. Apocalipse 22:11 fine – “… e o santo continue a santificar-se”.

Que bom que o Senhor está fazendo isto com a Sua igreja. Efésios 5:25-27 – “…Cristo amou a igreja e a si mesmo se entregou por ela, para que a santificasse, tendo-a purificado por meio da lavagem de água pela palavra, para a apresentar a si mesmo igreja gloriosa, sem mácula, nem ruga, nem coisa semelhante, porém santa e sem defeito”.

O Senhor trabalha ininterruptamente por nós. Ele, à direita do Pai, como o grande Sumo Sacerdote, intercede por nós. A salvação é coisa séria para Ele e os crentes precisam despertar para tão grande e preciosa salvação. Infelizmente o crente tende a desprezar esta salvação. Hebreus 2:3 – “como escaparemos nós, se negligenciarmos tão grande salvação?”.

Nosso preparo para a entrada no reino celestial é feito pela cruz. A cruz é instrumento imprescindível para sermos feitos cidadãos celestiais. Infelizmente ainda estamos tão longe de nos parecer com um cidadão da Pátria celestial. A grande maioria dos evangélicos ainda se parecem mais com os cidadãos deste mundo do que com os cidadãos do céu.

Vemos na Bíblia a necessidade da operação da cruz dia após dia em nosso preparo para o céu. A cruz vai tratar com o velho homem, com a natureza terrena, com a concupiscência da carne, com o amor ao mundo, e com o egocentrismo. Todas estas são obstáculo para a entrada no céu e devem ser removidas da nossa vida. A cruz precisa tratar com estas coisas antes de entrarmos no céu. Somente a cruz trata com o velho homem, com a carne, com o mundo e com o ego. Somente o sangue da cruz pode nos justificar diante de Deus e somente o justificado pode entrar no céu. Somente o viver na cruz vai nos livrar de uma vida na prática do pecado.

A cruz é fundamental para o preparo para a entrada no reino celestial. A cruz é como o trabalhar do Oleiro para purificar o barro a fim de se fazer um novo vaso. Ela é o instrumento de Deus para deixar Sua igreja apta para o encontro com o Noivo. Efésios 5:25-27 – “Maridos, amai vossa mulher, como também Cristo amou a igreja e a si mesmo se entregou por ela, para que a santificasse, tendo-a purificado por meio da lavagem de água pela palavra, para a apresentar a si mesmo igreja gloriosa, sem mácula, nem rugas, nem coisa semelhante, porém santa e sem defeito”.

Precisamos entender que não entra impurezas e nem impuros no céu. Alguns dias atrás minha sogra faleceu e enquanto orava, Deus ministrou ao meu coração um tremendo consolo. Ele disse que o pó não pode entrar no céu. O homem veio do pó e ao pó tornará: Gênesis 3:19 – “… porque tu és pó e ao pó tornarás”. O Senhor me mostrou que é necessário que o corpo retorne ao pó para que o espírito suba à Deus. A morte física é devido ao salário do pecado. A vida eterna é devida ao sacrifício da cruz onde foi pago o mais alto preço pelo nosso resgate.

Apocalipse 21:18 – “A estrutura da muralha é de jaspe; também a cidade é de ouro puro, semelhante a vidro límpido”. Aqui é uma parte da descrição sobre o céu. Lá tudo é puro e límpido. O pó não pode penetrar na estrutura do ouro ou do vidro. Leia Apocalipse 21:27.

Aqui, nossa pureza ainda pode ser manchada; porém no céu, isso jamais acontecerá. Aqui, nossa nova natureza precisa ser formada na Pessoa de Cristo. Ele é como o Ouro Puro, Ele é o Santo, Santo, Santo. Cristo precisa ser formado em nós. Gálatas 4:19 – “meus filhos, por quem, de novo, sofro as dores de parto, até ser Cristo formado em vós”.

Esse é o trabalhar de Deus em nós. Cada dia menos nós e mais Cristo. Esta operação é feita pela cruz. Somente a cruz opera o diminuir de nós e o aumentar de Cristo. O cidadão do céu é aquele que já tem Cristo formado nele. Por longos anos viveu como um crucificado; morreu para si e viveu para o Senhor. Enquanto caminhava pela cruz, Deus formou Cristo nele; esse é verdadeiramente cristão.

Quando o Senhor nos ordena a tomar nossa cruz e segui-Lo, isto é o Seu grande amor por nós. É o desejo pela nossa salvação. A cruz foi e sempre será ligada à nossa salvação eterna. O Senhor nos quer com Ele; por isso, ordena a que tomemos a nossa cruz.

Por meio da cruz, por amor à nós, o próprio Senhor efetua a nossa purificação como preparo para à glória celestial. As coisas inerentes à nós pecadores, precisam ser despojadas, tiradas, queimadas e purificadas. Só a cruz opera o morrer para essas impurezas todas.

Sem cruz não há purificação e sem purificação não há como entrar no céu. Toda a impureza do velho homem precisa ser tirada, todo pó deste mundo precisa ser lavado. Deus faz isso quando, dia a dia, tomamos nossa cruz. Nada podemos levar de nós mesmos e nem deste mundo perverso. Somente aquele que foi intensamente trabalhado pela cruz estará apto para entrar na glória do céu.

Lembre-se de Apocalipse 22:15 – “Fora ficam os cães (falsos líderes), os feiticeiros, os impuros, os assassinos, os idólatras e todo aquele que ama e pratica a mentira”. Todos estes impuros não entrarão no céu.

Tudo no céu é puro; até as nossas próprias vestes serão brancas. Apocalipse 22:14 – “Bem-aventurados aqueles que lavam as suas vestiduras [no sangue do Cordeiro], para que lhes assista o direito à árvore da vida, e entrem na cidade pelas portas”.

 A CRUZ É PURIFICADORA

 

Pr. Mario Tsuyoshi Yamakami

Comunidade Bíblica Regenerada   –   Cristo vive em nós

Maringá, 30 de outubro de 2016.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s